Vídeo mostra momento da prisão no Tocantins de suspeito de assassinar a ex-mulher em Goiás

Homem foi preso em Araguaçu junto com um parente que teria o ajudado na fuga. Empresária Regiane Pires da Silva, de 39 anos, foi morta a tiros dentro de loja em Anápolis.

Compartilhe:

Um vídeo mostra o momento da prisão do suspeito de assassinar a tiros a empresária e sua ex-mulher, Regiane Pires da Silva, de 39 anos, em Anápolis (GO). O crime ocorreu na loja de autopeças do casal na tarde de quinta-feira (28). O suspeito foi localizado pela polícia em Araguaçu, região sul do Tocantins.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A vítima foi morta a tiros em seu escritório. Após o crime, o suspeito fugiu para o Tocantins em uma caminhonete. O suspeito foi identificado como Ediney Pereira dos Santos.

Nas imagens, registradas horas após o feminicídio, o suspeito é visto saindo de uma viatura e sendo apresentado na 13ª Central de Atendimento da Polícia Civil, em Alvorada, na noite de quinta-feira. Ele foi encontrado com um parente que o auxiliou na fuga, conforme relato da PM.

Assista o vídeo:

A prisão foi realizada após troca de informações entre as equipes de Goiás e do Tocantins, de acordo com a PM. A Secretaria de Segurança Pública do Tocantins afirmou que o suspeito permaneceu em silêncio durante o depoimento, e como estava em flagrante, a prisão foi ratificada. Após os procedimentos na delegacia, ele foi encaminhado para a unidade penal de Gurupi, onde aguarda a disposição do Poder Judiciário de Goiás.

Ex-marido suspeito de matar empresária a tiros dentro de loja é preso o Tocantins
Foto: Divulgação

Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento em que o ex-marido entra no escritório e atira contra a ex-mulher.

Feminicídio

Segundo informações policiais, o casal estava separado há um ano, e havia uma medida protetiva que impedia o suspeito de se aproximar da vítima. O delegado de Goiás, Wllisses Valentim, explicou que como tinham duas lojas, cada um ficava em um escritório. “Ele passou pelo escritório em que ela estava e efetuou quatro disparos, três atingiram a vítima, que morreu no local”, afirmou.

A vítima deixou dois filhos, um de 13 e outro de 7 anos. A Polícia Civil de Goiás informou que a caminhonete e a arma do crime foram encontradas com o sobrinho do autor, que deve responder pelo crime de feminicídio.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp