Engenheiro encontrado morto no Pará foi estrangulado com próprio cinto; suspeito é preso

Corpo do engenheiro tocantinense foi encontrado em matagal de Barcarena (PA). Suspeito de envolvimento no crime foi preso após a polícia encontrar transferências via Pix.

Compartilhe:

Um homem suspeito de participação na morte do engenheiro Jorge Augusto Figueiras Fagundes, de 30 anos, foi preso pela Polícia Civil do Pará, após investigações que revelaram várias transferências via Pix da conta da vítima para a conta do suspeito.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O engenheiro Jorge Augusto, natural de Alvorada, no sul do Tocantins, havia se mudado para o Pará em janeiro e desapareceu no sábado (24). As autoridades policiais do Pará suspeitam que ele possa ter sido estrangulado com o próprio cinto após uma discussão.

O suspeito de envolvimento no crime foi detido em flagrante na terça-feira (27) pela Polícia Civil de Vila dos Cabanos, em Barcarena. Durante o depoimento, ele confessou ter passado a noite de sábado (24) para domingo (25) com Jorge e ter repassado um dos celulares da vítima para outra pessoa.

Além disso, o suspeito admitiu que Jorge Augusto estava morto e indicou o local onde o corpo estava oculto. Após a localização do corpo e a recuperação do celular da vítima, a polícia apreendeu também o carro da vítima e outro dispositivo telefônico.

Engenheiro tocantinense que estava desaparecido é encontrado morto em matagal no Pará
Foto: Divulgação

A polícia suspeita que o crime tenha ocorrido durante uma briga entre a vítima e dois homens que estavam consumindo bebidas alcoólicas juntos. As investigações apontam que Jorge tenha sido estrangulado com um cinto, mas a causa exata da morte será confirmada pelo laudo de necropsia.

O suspeito detido em flagrante foi encaminhado para a prisão, enquanto outro envolvido no crime está sendo procurado pela Polícia Civil. As investigações estão em curso para esclarecer todos os detalhes do ocorrido e capturar todos os responsáveis.

Engenheiro encontrado morto no Pará foi estrangulado com próprio cinto
Foto: Divulgação

“Continuamos em diligências para resolver completamente este crime e identificar e prender o outro indivíduo envolvido”, afirmou o delegado Guilherme Traldi.

Qualquer informação que possa auxiliar nas investigações pode ser fornecida anonimamente através do Disque-Denúncia (181) ou pelo WhatsApp (91) 98115-9181. O sigilo é garantido e a ligação é gratuita.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp