Suspeito de matar esposa e esfaquear filhos se entrega à polícia

Crime aconteceu em Praia Norte, na região do Bico do Papagaio. O filho de 19 anos foi liberado e acompanhou o enterro da mãe. A adolescente de 15 anos ainda está no hospital.

Compartilhe:

Na tarde desta segunda-feira (5), o suspeito de assassinar sua esposa, de 39 anos, e ferir seus filhos com golpes de faca se apresentou na delegacia de Augustinópolis, na região do Bico do Papagaio, no norte do Tocantins. O homem, que não teve o nome divulgado, optou por permanecer em silêncio e estava ferido devido a uma queda de moto durante sua tentativa de fuga.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Os crimes ocorreram na madrugada de domingo (5) em Praia Norte. O homem, também de 39 anos, está sob investigação por feminicídio e duas tentativas de homicídio contra seus filhos, um rapaz de 19 anos e uma adolescente de 15.

Durante seu depoimento na delegacia, o suspeito se recusou a fornecer informações. Após sua apresentação, a Polícia Civil executou um mandado de prisão preventiva contra ele. Posteriormente, ele foi encaminhado para receber tratamento médico na UPA de Augustinópolis devido aos ferimentos causados pela queda de moto.

Viatura da PM na zona rural de Praia Norte, no Tocantins.
Foto: Reprodução

Após os procedimentos médicos, o suspeito foi transferido para a cadeia pública da cidade, onde permanecerá à disposição da Justiça.

No dia do crime, o indivíduo teria assassinado sua esposa com golpes de faca e ferido seus filhos. O filho mais velho, de 19 anos e filho da vítima, recebeu atendimento hospitalar e foi liberado para participar do funeral de sua mãe. Já a filha de 15 anos do suspeito ainda está hospitalizada, conforme relatado pela Polícia Civil.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp

Entenda

No dia do incidente, a Polícia Militar relatou que, quando chegou ao local, o suspeito já havia fugido. O irmão da vítima indicou a direção em que ele teria ido. Apesar das buscas realizadas pela região, ele não foi encontrado.

No domingo, ele foi avistado pela última vez no setor Vila Arco-Íris, em Praia Norte. De acordo com a Polícia Civil, um inquérito foi aberto e testemunhas foram ouvidas nesta segunda-feira para esclarecer o caso.