Suspeito de invadir casa e fazer ameaças morre após ser baleado em abordagem da PM

Aleandro Costa Rodrigues, de 39 anos, chegou ser levado para o HGP, mas não resistiu. PM afirma que antes de atirar, usou balas de borracha para conter o homem, que ameaçou a equipe com facas.

Compartilhe:

Um homem suspeito de invadir uma casa e ameaçar uma família com um facão, morreu após ser baleado pela Polícia Militar, em Palmas. O suspeito, identidicado como Aleandro Costa Rodrigues, de 39 anos, foi levado para o Hospital Geral de Palmas (HGP), mas não resistiu aos ferimentos.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O incidente ocorreu por volta das 9h de sexta-feira (31), na quadra 407 Norte. Segundo o relatório policial, Aleandro entrou na residência onde havia crianças e fez ameaças, embora o motivo não tenha sido informado. A PM foi acionada após o homem deixar o local.

Aleandro foi localizado próximo a uma igreja, carregando uma mochila, uma faca e um machado. A PM afirma que os policiais pediram que ele soltasse as armas, mas ele não obedeceu. Quando ele avançou em direção da equipe, inicialmente foram usadas balas de borracha para contê-lo, disparando cinco vezes, sem sucesso. Em seguida, os policiais usaram armas de fogo.

Os bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestaram os primeiros socorros, mas Aleandro faleceu posteriormente no HGP. A perícia esteve no local dos disparos, e o corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames necroscópicos, sendo liberado para a família na manhã deste sábado (1º).

A família da casa invadida relatou que Aleandro causou danos a portas, cadeiras, vidros, mesa e cama, assustando os moradores que estavam em um quarto. De acordo com a PM, Aleandro tinha seis passagens pela polícia: uma por agressão em Palmas, uma por violência doméstica, e quatro por furtos em Palmas e Paraíso do Tocantins.