Suspeito de homicídio escapa 3 vezes da polícia, mas acaba preso após agentes atirarem em pneu de carro

Prisão aconteceu durante operação realizada entre a noite de quinta (26) e madrugada desta sexta (27), em Palmas. Dois foram presos suspeitos de matar membro de um grupo rival.

Compartilhe:

Nesta sexta-feira (27), dois foram presos durante uma operação realizada em Palmas. Segundo a Polícia Civil, eles são suspeitos de envolvimento em um caso de homicídio. A captura de um deles se deu após uma perseguição pela região sul da cidade.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

De acordo com a polícia, durante a perseguição, o suspeito conseguiu escapar em três ocasiões, requerendo que os agentes disparassem contra o pneu do veículo em fuga para efetuar a prisão.

Conforme informações da polícia, a dupla é suspeita de ser responsável pela morte de Dyemerson Basílio Alves da Costa, de 26 anos. O crime ocorreu em 26 de setembro, na Arno 71, quando a dupla chegou de carro e efetuou nove disparos contra a vítima, que veio a óbito no local.

Foto: Divulgação/SSP-TO

O delegado Guilherme Torres, encarregado da investigação, relatou que “um dos autores marcou um encontro com a vítima, fingindo ser um cliente interessado na compra de drogas… Ao se aproximar da vítima, ordenou que Dyemerson e sua esposa entrassem na casa e se deitassem no chão, alegando ser policial. Em seguida, o agressor disparou ao menos nove vezes contra a vítima e, após o ataque, fugiram no mesmo veículo, em rumo ignorado.”

Segundo investigação, a motivação do crime parece ter sido uma disputa entre facções criminosas. Todos os envolvidos têm histórico de atividades ilegais.

Os suspeitos foram identificados apenas pelas iniciais e idades: W.F.B, 37 anos, conhecido como “Babaçu”, e E.T.A, 20 anos, apelidado de “Betim”.

A polícia planejava realizar a operação no fim da madrugada, mas o monitoramento detectou que Betim estava planejando fugir, o que levou à antecipação da ação para as 23h de quinta-feira (26).

Dyemerson foi morto na frente da esposa – Foto: Divulgação

Quando os agentes chegaram, Betim viu a viatura, pulou o muro de uma residência e fugiu. Posteriormente, ele foi localizado enquanto estava envolvido na venda de drogas, mas conseguiu escapar pela segunda vez após entrar em uma área de mata.

A polícia então prosseguiu na busca do segundo suspeito, Babaçu, que foi capturado e colaborou indicando o paradeiro de Betim.

Os agentes empreenderam uma terceira tentativa de capturar Betim, que mais uma vez percebeu a aproximação. Dessa vez, ele entrou em um veículo e deu início a uma perseguição pela região dos Aurenys.

“Ele só parou quando efetuamos um disparo no pneu do carro”, afirmou o delegado.

Ambos os suspeitos foram conduzidos à delegacia e posteriormente encaminhados à Unidade Penal de Palmas. Na residência de um deles, uma grande quantidade de cocaína foi encontrada. As investigações estão em andamento.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.