Homem que matou vizinhos a tiros após se irritar com barulho é condenado a 36 anos de prisão

Crime aconteceu em Recursolândia, no norte do Tocantins. Réu estava foragido e foi preso em 2019 no Maranhão.

Compartilhe:

A Justiça sentenciou Carlos Dias Correia a uma pena de 36 anos e seis meses de prisão por assassinar dois homens a tiros e tentar matar duas pessoas em Recursolândia, no norte do estado. De acordo com o Ministério Público do Tocantins (MPTO), Carlos teria ficado incomodado com o barulho causado pelas vítimas que viviam nas proximidades, pegou uma arma e anunciou à sua esposa que pretendia dar uma lição a alguns jovens.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O julgamento desse caso ocorreu em Itacajá, na região norte do estado. A denúncia alegava que Carlos ficou irritado com as vítimas, que haviam saído de uma festa e ficaram em frente à sua casa.

Os eventos ocorreram em 2013. Os tiros atingiram Reginaldo Silva Machado, que faleceu no local, e José Iran Nunes de Jesus, que, mesmo ferido, conseguiu escapar, mas não resistiu aos ferimentos. Luciano Ferreira Rodrigues e Genivaldo Alves Gois também foram baleados, conseguiram deixar o local e sobreviveram ao ataque.

As duas vítimas da tentativa de homicídio estiveram presentes no julgamento e, durante seus depoimentos, mencionaram que Carlos teria dito a eles no dia do crime: “É assim que vocês vão parar com todo esse barulho”.

O acusado estava foragido e foi detido em outubro de 2019 no estado do Maranhão. O MPTO esclareceu que ele não terá o direito de apelar em liberdade.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.