Suspeito de agredir mulher é morto pela PM após atacar policial com facão

A companheira do homem disse que ele estava alcoolizado e bastante violento momentos antes da chegada dos policiais, afirma a Polícia Militar.

Compartilhe:

Uma ocorrência de violência doméstica terminou na morte de um homem de 24 anos durante um confronto com a Polícia Militar. A corporação afirma que o rapaz resistiu à prisão e, em um ato de violência, feriu um policial com um golpe de facão antes de ser baleado. O caso ocorreu em Divinópolis do Tocantins, na tarde de quarta-feira (31).

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Inicialmente, a PM foi acionada para intervir em uma briga de casal. A mulher do suspeito, de 37 anos, relatou que seu companheiro, alcoolizado e extremamente violento, a agrediu fisicamente. Ela foi jogada no chão e sofreu uma tentativa de estrangulamento, conseguindo se libertar e buscar ajuda.

Ao chegarem ao local, os policiais encontraram a mulher sendo levada para o hospital em uma ambulância. Ao avistarem o suspeito entrando em uma residência, a equipe policial escalou o muro, e o homem se trancou na casa.

Durante a negociação, que durou cerca de 20 minutos, o suspeito, em vez de se render, agarrou um facão e feriu um dos policiais no punho direito. O policial sofreu lesões leves e passa bem.

A PM afirma que, diante da agressão, necessário o uso da arma de fogo para neutralizar a ação do suspeito. A Samu foi chamado e constatou o óbito no local. As investigações revelaram que o homem possuía antecedentes policiais por crimes de lesão corporal e ameaça.

Após a realização da perícia, o corpo foi recolhido pelo IML e encaminhado para Paraíso do Tocantins.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp