Piloto morre após cair com avião no interior da Bahia; Vídeo

Queda foi em São Sebastião do Passé. Acidente acontece onde há 17 anos, na mesma data e região, uma aeronave com R$ 5,5 milhões também caiu e deixou quatro mortos.

Compartilhe:

Um um avião de pequeno porte caiu na manhã desta quinta-feira (14) em São Sebastião do Passé, uma cidade do interior da Bahia, a aproximadamente 50 km de Salvador. A prefeitura do município confirmou a morte do piloto da aeronave, identificado como Jairo Souza, após o incidente.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Vídeo:

Aeronave é tomada pelas chamas após cair no interior do Bahia

De acordo com informações preliminares, o piloto estava sozinho a bordo do Seneca PT-REY quando o avião caiu em uma fazenda na localidade da Sereia, próxima a uma fábrica de velas.

Residente no bairro Alto do Moura, em Caruaru, Jairo Souza já havia enfrentado uma tragédia semelhante anteriormente, tendo perdido seu pai, também piloto, em um acidente aéreo em 2015.

A aeronave saiu de Caruaru, em Pernambuco, com destino a Guanambi, município do sudoeste da Bahia. Ainda segundo apuração, ele transportava a aeronave, que tinha sido comprada por dois empresários da região. Equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar estão no local.

Piloto morre após cair com avião no interior da Bahia
Foto: Divulgação

Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp

Queda do avião ocorre exatamente 17 anos após um outro acidente envolvendo uma aeronave na mesma data e região

Em 14 de março de 2007, um avião carregando uma quantia considerável, cerca de R$ 5,5 milhões, caiu em São Sebastião do Passé, resultando na morte de quatro pessoas.

Naquela ocasião, a aeronave, pertencente à empresa Bahia Táxi Aéreo, partiu de Petrolina com destino a Salvador. O objetivo da viagem era transportar o montante milionário, pertencente a diversos bancos que utilizavam os serviços de fretamento de voos para o transporte de grandes quantias.

Após a queda, apenas uma pequena parte do dinheiro foi recuperada, com relatos indicando que moradores locais teriam se apropriado da maior parte da quantia. Durante as investigações, partes do valor foram encontradas enterradas em uma plantação de cana-de-açúcar e em uma casa abandonada, enquanto algumas pessoas devolveram parte do dinheiro às autoridades.

Três indivíduos, incluindo um policial militar, foram condenados por extorsão após se apropriarem de parte do dinheiro do avião acidentado. Em 2018, eles já haviam cumprido suas respectivas penas.