Mulher se joga da janela do 3º andar de hotel para fugir de agressões do namorado

Vítima contou à polícia que decidiu se jogar de janela para fugir das agressões do namorado. Caso aconteceu em Goianésia, (GO) e suspeito foi preso.

Compartilhe:

A Polícia Civil investiga um caso envolvendo uma mulher de 40 anos que pulou da janela do terceiro andar de um hotel em Goianésia, na região central de Goiás. Em seu depoimento, a vítima afirmou que tomou essa medida para escapar de seu namorado, que a agrediu e ameaçou matá-la durante uma discussão. O homem, de 36 anos, foi detido em flagrante, enquanto a mulher sofreu apenas ferimentos leves.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Na audiência de custódia realizada nesta terça-feira (13), a Justiça optou por manter o homem sob prisão preventiva.

A ocorrência foi registrada na tarde de segunda-feira (12) no bairro Carrilho. O Corpo de Bombeiros informou que foi chamado para atender a um acidente envolvendo a queda de uma mulher do terceiro andar de um hotel. Ao chegar ao local, constatou-se que a vítima não caiu diretamente no chão, mas sim em uma área de marquise.

Os bombeiros relataram que a mulher apresentava um ferimento leve na cabeça e algumas escoriações. Ela foi transportada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na cidade.

A delegada Ana Carolina Pedrotti explicou que, inicialmente, o caso foi reportado à Polícia Militar como um acidente. Entretanto, os policiais encaminharam o homem à delegacia para prestar esclarecimentos e depois foram ao hospital ouvir o relato da mulher.

Segundo o relato da vítima aos policiais, ela confrontou o parceiro após assistir a um vídeo dele no dia anterior, desencadeando uma discussão que resultou em agressão por parte dele.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp

“A discussão aconteceu, ele começou a agredi-la. Ela disse que foi estrangulada e agredida com alguns tapas, que o parceiro trancou a porta do quarto e afirmou que ela não sairia viva dali. Com medo e sem alternativas, ela pulou da janela”, detalhou a delegada.

Diante do relato da mulher, a delegada prendeu o homem em flagrante por lesão corporal e ameaça. Embora o agressor tenha antecedentes criminais, a própria vítima afirmou que ele nunca a havia agredido antes. A delegada solicitou medidas protetivas para a mulher.

A direção do hotel, informou que os funcionários prestaram todo o apoio necessário à vítima, acionando a polícia e os bombeiros. Disse ainda que a mulher estava hospedada lá há três meses e que não foi informado sobre qualquer ruído de briga.