Mulher é morta a facadas e suspeita ainda teria esfaqueado grávida antes fugir

Crimes aconteceram em Aliança do Tocantins e vítimas eram mãe e filha. Mulher que morreu era amiga do marido da suspeita que foi presa e vai responder por homicídio doloso e tentativa de homicídio doloso.

Compartilhe:

Uma mãe, de 49 anos, e a filha dela, de 26 anos, foram alvo de um ataque a faca em Aliança do Tocantins, no sul do estado. A mãe, identificada como Rosângela Andrade, morreu após os ataques enquanto a filha, que está grávida, foi hospitalizada com ferimentos. A suspeita do crime tentou fugir, mas foi detida pela Polícia Militar.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O crime ocorreu próximo à Unidade de Saúde da Família (USF) da cidade, por volta das 10h40 do sábado (6). Após serem esfaqueadas, as duas vítimas foram socorridas, sendo encaminhadas para o posto de saúde.

Uma testemunha identificou a suspeita do crime, uma mulher de 38 anos, esposa de um conhecido das vítimas, que fugiu em direção à sua própria residência após o ataque.

Os policiais localizaram a suspeita no portão de sua casa e efetuaram sua prisão. Ela admitiu ter descartado a arma branca utilizada no crime.

Na Unidade de Saúde, os policiais foram informados sobre a gravidade dos ferimentos das vítimas, incluindo a gravidez da filha, que estava em torno do sexto mês de gestação. Ambas foram transferidas para o Hospital Regional de Gurupi.

Horas depois, foi confirmado o falecimento da vítima de 49 anos. Durante a investigação, os policiais encontraram uma faca quebrada próximo ao local do crime, a qual foi recolhida como evidência para análise pericial.

A suspeita foi conduzida à delegacia, onde enfrentará acusações de homicídio doloso e tentativa de homicídio doloso. O caso é investigado da 82ª Delegacia de Polícia de Aliança do Tocantins.