Jornalista é presa suspeita de aplicar golpes em lojas ao comprar roupas usando falsos PIX

Segundo a polícia, a jovem enviava falsos comprovantes de pagamento para comprar roupas. Na casa dela, os policiais encontraram uma TV furtada.

Compartilhe:

Uma jornalista de 22 anos foi presa suspeita de realizar golpes em lojas por meio de Pix falso em Goiânia (GO). Segundo a Polícia Militar, a jovem utilizava comprovantes de pagamento fraudulentos para adquirir roupas.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A prisão da jornalista, que não teve o nome divulgado, ocorreu na tarde de quinta-feira (18) em seu apartamento no Jardim América.

De acordo com o Comando de Operações do Cerrado (COC), a denúncia foi feita por uma vítima na quinta-feira, e uma segunda pessoa procurou a polícia após a prisão.

Segundo relatos policiais, a suspeita iniciava o processo comprando roupas pessoalmente nas lojas, estabelecendo uma relação de confiança com os funcionários. Posteriormente, realizava compras online, efetuando os pagamentos via Pix.

Jornalista é presa suspeita de aplicar golpes em lojas ao comprar roupas usando falsos PIX
Foto: Divulgação/PMGO

Contudo, conforme a polícia, a jornalista enviava comprovantes falsos das transações, o que levou à denúncia. O delegado Carlos Florentino mencionou que ainda não é possível calcular o prejuízo causado às lojas.

Durante a prisão, foram encontradas diversas peças de roupas com etiquetas na residência da jovem, que foram reconhecidas pelas vítimas. Além disso, havia uma televisão que pertencia ao vizinho dela e teria sido furtada.

A jornalista foi conduzida à Central de Flagrantes e permaneceu em silêncio durante a audiência de custódia com o delegado. Ela enfrentará acusações de receptação e fraude eletrônica, sendo o caso investigado pela Polícia Civil.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.