Empresária recebe PIX de quase R$ 50 mil por engano e devolve dinheiro

Isabela Bosco, de 28 anos, ficou surpresa em ver a quantia em sua conta e conta foi o processo de devolução. Responsável por fazer o PIX foi encontrado nas redes sociais.

Compartilhe:

A empresária Isabela Bosco, de Nerópolis, na Região Metropolitana de Goiânia, deparou-se com uma surpresa inusitada ao receber uma transferência PIX de R$ 48 mil. Nas redes sociais, a empresária de 28 anos compartilhou sua reação e o processo de devolução do dinheiro ao legítimo proprietário.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

“Para mim, é super normal, pois estou devolvendo algo que não é meu. Fiquei assustada; nunca me aconteceu isso”, afirmou Isabela.

Vídeo:

A transferência bancária ocorreu na última terça-feira (16), enquanto Isabela estava trabalhando. Ao notar o valor expressivo, sua conta foi bloqueada, levando-a a agir rapidamente para restituir o montante.

“Eu estava no trabalho quando esse PIX chegou inesperadamente. Ao ver o valor, me assustei e tirei um print da tela para não perder as informações, já com medo de bloquearem. Cheguei em casa, tentei devolver o valor exorbitante, mas automaticamente bloquearam minha conta”, relatou a empresária.

Com a conta bloqueada, Isabela enfrentou dificuldades ao tentar localizar o responsável pela transferência, pois o PIX foi realizado por meio de uma chave CNPJ, sem o nome de uma pessoa física, apenas uma razão social.

“Com o nome da razão social, eu comecei a saga de procurar na internet. Procurei no Google e no Instagram até conseguir encontrar o dono. Consegui entrar em contato informando o que tinha acontecido. No outro dia de manhã, quando eu estava sentada no banco na frente do rapaz que ia resolver minha situação, o dono da conta me ligou, e ele estava desesperado”, informou Isabela.

Após várias tentativas de recuperar o valor transferido incorretamente, a conta do remetente também foi bloqueada. No entanto, por meio de uma comunicação eficiente, o remetente, com a ajuda do gerente do banco de Isabela, conseguiu restituir o montante por meio de uma transferência eletrônica (TED).

Após a resolução da situação, Isabela recebeu um áudio agradecendo pela devolução do valor. “Recebi um áudio dele me agradecendo pela devolução depois do transtorno; ele estava desesperado. Hoje em dia, as pessoas têm que parabenizar os outros por fazer o mínimo do que é correto”, concluiu a empresária.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.