Mulher é presa por extorquir R$ 80 mil de homem para não mostrar nudes e conversas à esposa dele

Foram mais de 100 transferências bancárias desde janeiro de 2023,. Segundo a polícia, a suspeita é amiga da esposa da vítima.

Compartilhe:

Uma mulher de 39 anos foi detida em flagrante em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Segundo a Polícia Civil, ela é suspeita de extorsão contra um homem de 39 anos Os dois trocaram mensagens e fotos íntimas, e ela exigiu dinheiro para não divulgar a situação para a esposa dele.

De acordo com a polícia, as transferências ocorreram desde janeiro de 2023 e totalizam mais de R$ 80 mil. O nome da suspeita não foi divulgado.

A delegada do caso, Luiza Veneranda, relatou que a suspeita é amiga da esposa da vítima. Ela teria obtido o número de telefone do homem com a própria esposa, fingindo interesse em produtos que ele vendia. O relacionamento começou de forma comercial e evoluiu para confissões sobre os problemas conjugais, resultando na troca de fotos íntimas.

Conforme a delegada, as solicitações de transferência começaram com valores menores, de R$ 100 e R$ 200, e foram aumentando. Mais de 100 transferências bancárias foram realizadas, totalizando mais de R$ 80 mil. A mulher teria ameaçado a vítima, afirmando que revelaria as mensagens para a esposa dele. O último pedido, de R$ 10 mil, ocorreu na quinta-feira (18), dia da prisão da suspeita.

Mulher é presa por extorquir R$ 80 mil de homem para não mostrar nudes e conversas à esposa dele
Foto: Divulgação

“Deposita a p* do dinheiro. Ou você quer mesmo que eu estrague sua família?”, dizia uma das mensagens enviadas na quinta-feira (18). Segundo a delegada, as mensagens eram explícitas e foram enviadas enquanto o homem procurava a polícia, justificando a prisão em flagrante.

O homem buscou a delegacia porque, de acordo com a delegada, “não tinha mais de onde tirar dinheiro e até cogitava se matar”. Luiza ainda afirmou que o homem está sendo investigado por supostas atividades criminosas na tentativa de conseguir mais dinheiro para pagá-la.

A mulher foi ouvida pela Polícia Civil e, segundo a delegada, “na visão dela, ele dava o dinheiro porque queria e que não achava que estava o pressionando. Ela confirmou que havia enviado mensagens e que realmente ameaçou contar para a esposa dele, mas disse que não faria isso porque nunca destruiria uma família”.

Ela está detida e passará por audiência de custódia ainda nesta sexta-feira (19). A pena para o crime de extorsão é de, no mínimo, 4 anos e, no máximo, 10 anos.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.