Homem é morto com tiro no pescoço após briga com vizinho em chácara

Crime aconteceu no domingo (7) e vítima foi identificada com Leonan Fernandes Alves. O suspeito, de 46 anos, está foragido. A Polícia Civil investiga as circunstâncias e motivação do crime.

Compartilhe:

Um homem foi morto após ser baleado no pescoço durante um conflito com o vizinho de sua mãe em uma chácara em Palmas. O crime teria ocorrido após uma disputa entre o suspeito e a vítima sobre carcaças de ferro velho. O suspeito, um homem de 46 anos, está foragido. A Polícia Civil está investigando as circunstâncias e o motivo do crime.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A ocorrência foi registrada por volta das 17h30, do domingo (7), às margens da rodovia TO-020, no loteamento Coqueirinho, que fica na saída para Aparecida do Rio Negro. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a vítima foi identificada como Leonan Fernandes Alves, de 45 anos.

O irmão da vítima informou à Polícia Militar que estava no local no momento do crime. Ele relatou que mora na chácara onde o crime ocorreu com a mãe e que no domingo tinha ido para o centro de Palmas, onde almoçou com Leonan na casa de um terceiro.

Depois do almoço, os dois irmãos foram à casa da mãe. Ao chegarem, perceberam que o suspeito, que é vizinho da chácara, estava colocando algumas carcaças de veículo no terreno da chácara onde ele é o zelador. O irmão pediu que o homem removesse as carcaças, pois era a determinação do seu patrão, mas o suspeito se recusou a retirá-las e começou uma discussão.

Durante a discussão, o suspeito montou em uma motocicleta e foi até a oficina deles, que fica próxima ao local, e voltou com duas armas de fogo do tipo pistola e entregou uma ao pai. Nesse momento, os dois tentaram tirar Leonan do carro e deram uma coronhada no rosto do irmão dele, ferindo-o.

Em seguida, o suspeito disparou duas vezes e um dos tiros atingiu o pescoço da vítima. Depois disso, o suspeito entrou em uma caminhonete branca e fugiu do local.

A PM realizou buscas na região, mas até o final desta reportagem ele ainda não havia sido encontrado.

O nome do suspeito não foi divulgado. O corpo da vítima foi recolhido pelo Instituto Médico Legal de Palmas, onde está sendo submetido a exames de necropsia antes de ser liberado para os familiares.

O caso está sendo investigado pela 1ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Palmas.