Condenado por matar esposa grávida na frente do filho é morto em confronto após atirar contra sogra

Horácio Rozendo de Araújo Neto entrou em confronto com PMs após disparar 5 vezes contra Nilva Camargo Soares dentro de uma loja. A vítima não sofreu ferimentos graves, segundo a polícia.

Compartilhe:

O empresário Horácio Rozendo de Araújo Neto, condenado pela morte da esposa em 2017, foi morto em um confronto com a Polícia Militar nesta sexta-feira (16) em Iporá, na região central de Goiás. Segundo informações da Polícia Civil, Horácio disparou cinco vezes contra sua ex-sogra, Nilva Camargo Soares, de 55 anos, dentro de uma loja no Bairro Mato Grosso.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A vítima, conforme relatos policiais, não sofreu ferimentos graves e seu estado de saúde é estável. O caso está sendo investigado pela polícia.

Horácio Rozendo foi preso em setembro de 2017, sob suspeita de matar sua esposa, Vanessa Camargo, então com 28 anos, no município de Ivolândia. Na época, a jovem, que estava grávida de três meses, foi encontrada morta alguns dias antes.

Alegadamente, o marido afirmou que o casal, junto com o filho de 2 anos, foi abordado por assaltantes em uma moto, e sua esposa foi baleada na cabeça após reagir ao assalto.

Em 2020, o empresário foi julgado e condenado a 29 anos, seis meses e 20 dias de prisão em regime fechado pelos crimes de homicídio qualificado por motivo torpe, aborto e fraude processual. No entanto, a Justiça concedeu um habeas corpus e ele aguardava em liberdade o julgamento de um recurso impetrado pela defesa.

De acordo com o delegado Ramón Queiroz, a tentativa de homicídio desta sexta-feira (16) contra a ex-sogra teria sido premeditada. Horácio teria deixado uma carta escrita à mão dentro do carro que utilizava, na qual expressava sua incapacidade de lidar com a situação e declarava que iria “dar um basta nisso”.

Após o ataque à vítima, Horácio teria fugido, mas foi localizado pela Polícia Militar. “Ele fez cinco disparos contra a ex-sogra e fugiu. A Polícia Militar o localizou e relatou que ele efetuou um disparo em direção aos policiais. Eles revidaram e ele veio a óbito”, explicou o delegado.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp