Servidor sofre fratura exposta e precisa passar por cirurgia após ser atacado por Pit bull; Vídeo

Caso aconteceu na frente da casa da vítima quadra 604 Sul, em Palmas. Servidor público teve ferimentos em várias partes do corpo, passou por cirurgia e está bem.

Compartilhe:

Gleiciano dos Santos Lima, um servidor público de 43 anos, foi atacado por um cachorro da raça pitbull em frente à sua residência, localizada na quadra 604 Sul, em Palmas. O ataque ocorreu na noite de quinta-feira (15) eresultou em ferimentos em várias partes do corpo da vítima, que precisou passar por uma cirurgia.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Segundo sua esposa, Valéria Fortes Bodas, Gleiciano já recebeu alta hospitalar e está se recuperando bem em casa.

O ataque aconteceu por volta das 21h, e foi registrado por uma câmera de segurança. Nas imagens, é visível o momento em que o cachorro, posicionado em frente a uma residência vizinha, avança em direção a Gleiciano assim que o avista.

Assista o vídeo:

As imagens mostram a vítima tentando afastar o animal, porém sem sucesso. Familiares também tentam ajudar, mas o cachorro continua sobre servidor público. A tutora do pitbull, ao perceber a situação, sai de sua casa e leva o animal de volta para dentro. O nome da vizinha não foi divulgado.

Valéria disse que Gleiciano sofreu ferimentos nos braços, pernas, pescoço, abdômen e uma fratura exposta no dedo polegar. O servidor público foi encaminhado a um hospital particular, onde passou por cirurgia.

Servidor sofre fratura exposta e precisa passar por cirurgia após ser atacado por Pit bull
Foto: Divulgação

Ela contou ainda que o ataque foi um acidente, já que a vizinha não percebeu que o portão estava aberto, e o cachorro geralmente não sai sem supervisão.

“O portão da vizinha, proprietária do cachorro, é grande, então ele sempre precisa avançar para sair, mas nunca havia acontecido dessa forma. Ela [a vizinha] se prontificou a arcar com todas as despesas. É muito raro ele sair sem os cuidados, realmente foi um acidente”, concluiu.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp

*Com informações do G1