Vídeo: PM atropelado em Palmas é recebido por colegas na porta de hospital após 3 meses internado

O 2º tenente Jaime Rodrigues foi atropelado em faixa de pedestre e passou 114 dias internado no HGP. Motorista que o atropelou apresentava sinais claros de embriaguez e foi preso em flagrante.

Compartilhe:

Depois de mais de três meses de internação, o segundo tenente Jaime Rodrigues de Lima Filho recebeu alta do Hospital Geral de Palmas e foi calorosamente recebido pelos colegas do Batalhão da Polícia Militar em Palmas. A corporação prestou homenagens e aplausos ao policial, em um emocionante momento registrado em vídeo e compartilhado nas redes sociais.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

No vídeo, os policiais prestam continência ao tenente, que aparece sentado na cama do hospital minutos antes de ser liberado para voltar para casa nesta sexta-feira (16). Um dos PMs destaca que o momento representa “o renascimento do nosso irmão de farda”.

Assista o vídeo:

Após deixar o hospital, o segundo tenente foi escoltado por uma carreata de viaturas até sua residência, onde continua se recuperando das sequelas do atropelamento que sofreu na Avenida Palmas Brasil Norte, em novembro de 2023. Na época, o motorista responsável pelo acidente foi preso em flagrante por dirigir sob efeito de álcool.

Sobre o acidente

O atropelamento ocorreu na noite de 2 de novembro de 2023, por volta das 19h. Uma equipe de patrulhamento avistou um grupo de pessoas ao lado de um indivíduo caído. O Samu foi acionado e identificou a vítima como sendo um policial militar.

O tenente foi levado em estado grave para o Hospital Geral de Palmas (HGP), onde foi internado na sala de emergência com múltiplas lesões e fraturas. No dia seguinte, a polícia informou que seu estado de saúde estava estável.

O motorista suspeito do acidente, um homem de 34 anos, permaneceu no local e foi abordado por agentes de trânsito. Apesar de ter recusado o teste do bafômetro, ele apresentava sinais evidentes de embriaguez, como sonolência, olhos vermelhos e hálito etílico.

O motorista foi preso em flagrante por lesão corporal grave ou gravíssima, resultante de dirigir sob influência de álcool. Os documentos, celular e arma da vítima foram recolhidos e entregues aos parentes, enquanto o veículo do autor foi entregue ao seu sobrinho.

O motorista permanece detido na Unidade Prisional de Palmas, aguardando as investigações da Delegacia Especializada em Crimes de Trânsito.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp