Casal que deu surra em criminosos tentou impedir que carro comprado um dia antes fosse roubado

Luísa Alexandra e Fênix Oliveira contaram que ganharam R$ 16 mil de um cantor sertanejo para comprar veículo. Caso em Uberlândia, Minas Gerais.

Compartilhe:

O casal Luísa Alexandra e Fênix Oliveira, que reagiu a um assalto e agrediu os criminosos em Uberlândia, havia acabado de comprar o carro que os bandidos tentaram roubar. Em entrevista ao g1, eles revelaram que o veículo foi adquirido com R$ 16 mil doados por um cantor sertanejo.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

“Trabalho como garçonete em um bar que o sertanejo sempre frequenta. Estava atendendo a mesa dele e da esposa com os amigos. Ele gostou muito de mim, até choramos juntos. Ele me perguntou do que eu trabalhava e contei que era de moto com meu marido. Em seguida, ele perguntou quanto custava minha moto dos sonhos. Disse que era R$ 16 mil e ele me fez o Pix na hora, além de uma gorjeta de R$ 1 mil”, lembrou Luísa.

O cantor pediu para Luísa honrar a promessa de comprar a moto. Porém, ela decidiu usar o dinheiro para adquirir um carro, que seria mais útil para a família.

Casal nunca havia lutado

Um dia após a compra, Luísa e Fênix decidiram dar uma volta no Bairro Jardim Europa para testar o carro novo. “Eu havia acabado de chegar do serviço por volta das 2h e chamei ele para dar uma voltinha no carro. Ele ficou me esperando no carro enquanto eu voltei para buscar minha bolsa. Quando voltei, vi os bandidos na moto”, disse Luísa.

O vídeo mostra Luísa saindo de casa e a moto dos bandidos passando e retornando. Durante a tentativa de assalto, os criminosos retiraram Fênix do banco do motorista e começaram a empurrá-lo. “Quando percebemos que eles não estavam armados, decidimos reagir. Eu não recomendo isso para ninguém, mas não podia perder o carro que acabamos de conquistar, sem nem ter seguro ainda”, afirmou.

Vídeo:

Durante cerca de dois minutos, o casal desferiu chutes e socos nos criminosos, que tentaram fugir várias vezes, mas foram derrubados pelas vítimas. Um dos assaltantes tentou voltar para a moto, mas foi atingido por um chute de Fênix. Luísa também começou a bater em um dos ladrões. “Meu marido gritava para eu correr, mas eu fiz o contrário. Não podia deixá-lo lutando sozinho. Nós fizemos um pingue-pongue com os ladrões, ele batia de um lado, eu do outro, e depois trocávamos.”

Um vizinho se juntou ao casal no combate, e cerca de um minuto depois, um dos criminosos fugiu a pé. O outro subiu na moto e foi embora. Pelas imagens, é possível ver que nada foi levado do casal, enquanto os ladrões ficaram sem os capacetes.

Casal reage a assalto e dá surra em assaltantes em Minas Gerais
Foto: Reprodução

Registro da ocorrência

Após o susto, o casal relatou que tentou registrar a ocorrência, mas a base da Polícia Militar (PM) estava fechada. No dia seguinte, retornaram e foram surpreendidos novamente. “O policial disse que o sistema estava fora do ar e que não seria possível fazer o BO. Depois, ele ainda falou que mesmo se o sistema estivesse funcionando, não registraria porque a PM não iria atrás disso. Pensei que, ainda bem que reagimos, senão estaríamos até agora sem o carro.”

Até a última atualização desta matéria, a PM não havia se posicionado sobre o caso.

Orientação

Segundo o delegado Leandro Fernandes Araújo, a recomendação geral em casos de assalto é não reagir. “A orientação em casos de assalto é não reagir, mesmo que acredite que o criminoso não está armado. Você pode estar enganado ou ser surpreendido por um comparsa. Se possível, evite movimentos bruscos e tente manter a calma”.