Casal para moto pra ajudar vítima de acidente e mulher morre ao serem atropelados por carro desgovernado

Acidente aconteceu em uma curva da região serrana de Taquaruçu, distrito de Palmas. Rayane Santos Gomes estava na garupa da moto do namorado. Dois homens ficaram feridos.

Compartilhe:

Uma mulher de 28 anos morreu após ser atropelada por um carro desgovernado que invadiu o acostamento. O acidente aconteceu por volta das 19h30 desta quarta-feira (1º), na rodovia TO-030, no distrito de Taquaruçu, em Palmas. A vítima estava com namorado dela que parou a moto no local para prestar socorro a outro motociclista que havia caído minutos antes, quando foram atingidos pelo veículo.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O motorista foi preso em flagrante por homicídio culposo no trânsito e lesão corporal culposa no trânsito. Seu nome não foi divulgado.

A vítima, identificada como Rayane Santos Gomes, de 28 anos, estava na garupa da motocicleta conduzida pelo namorado, Daniel Barbosa Martins. Rayane morreu no local do acidente, enquanto Daniel foi levado em estado grave para o Hospital Geral de Palmas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Vídeo:

De acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP), o motorista colidiu com o carro nas duas motocicletas, atingindo três pessoas. A terceira vítima, Jordan Sirqueira Sousa, relatou que havia caído de sua moto no mesmo local minutos antes e que o casal havia parado para ajudá-lo.

Casal para moto pra ajudar vítima de acidente e mulher morre ao serem atropelados por carro desgovernado
Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde informou que Daniel permanece sob os cuidados da equipe multiprofissional da unidade hospitalar, enquanto Jordan Sirqueira já recebeu alta médica.

Casal para moto pra ajudar vítima de acidente e mulher morre ao serem atropelados por carro desgovernado
Foto: Reprodução

A perícia realizada no local do acidente e o caso é da Delegacia de Repressão aos Crimes de Trânsito (DRCTO) de Palmas. O motorista foi encaminhado para a Unidade Prisional de Palmas, onde permanece à disposição do Poder Judiciário.

O corpo de Rayane foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) e seu velório ocorre na casa de sua mãe, no Jardim Aeroporto.