Vídeo mostra brasileiro condenado a perpétua escalando parede para fugir de prisão nos EUA

De acordo com a autoridades locais, a fuga de Danilo Cavalcante foi inspirada em outra, ocorrida em maio deste ano.

Compartilhe:

Um vídeo divulgado pelo Departamento de Polícia do Condado de Chester, na Pensilvânia, mostra o momento em que Danilo Cavalcante, de 34 anos, foge da prisão nos EUA. Ele havia sido condenado por matar a ex-namorada a facadas na frente dos filhos dela em abril de 2021.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Nas imagens, é possível ver o brasileiro escalando uma parede para deixar a unidade prisional de Chester County no dia 31 de agosto. Ele coloca as mãos em uma parede e os pés na parede oposta, permitindo que ele suba e saia do alcance das câmeras. Assista o vídeo:

Segundo as autoridades locais, a fuga de Cavalcante foi inspirada por outra fuga que ocorreu em maio do mesmo ano, na qual a mesma técnica foi utilizada por um detento chamado Igor Bolte.

O diretor da prisão em que Cavalcante estava preso, Howard Holland, explicou que uma diferença fundamental entre as duas fugas foi o papel do oficial da torre, cuja responsabilidade principal é supervisionar os presos no pátio de exercícios. Na fuga de Bolte, o oficial da torre observou o detento deixando a área do pátio e imediatamente notificou o controle. Porém, na fuga de Cavalcante, ele conseguiu escapar antes que qualquer ação fosse tomada.

Após a primeira fuga, foi instalada uma cerca de arame farpado no local para evitar fugas semelhantes, mas não impediu que o brasileiro escapasse. As autoridades estão planejando tomar novas medidas de segurança.

Danilo Cavalcante estava sendo procurado desde 2021, quando foi descoberto como o autor do feminicídio de sua ex-namorada, Deborah Brandão, cometido na frente dos filhos dela. Ele foi capturado e condenado por homicídio em primeiro grau em agosto, recebendo uma pena de prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional.

A promotora Deb Ryan afirmou que, no dia da fuga, a defesa de Danilo entrou com uma moção buscando uma nova sentença ou um novo julgamento para tentar reverter a sentença de prisão perpétua. Antes de ser transferido para uma prisão estadual, ele tinha um prazo de 30 dias para apresentar essa moção pós-sentença.

Réu por homicídio no Tocantins

O brasileiro Danilo Sousa Cavalcante, que fugiu da prisão nos Estados Unidos enquanto cumpria pena perpétua por assassinar a namorada na frente dos filhos, também enfrenta acusações de homicídio no Tocantins. Ele é réu em um processo criminal por homicídio duplamente qualificado, incluindo motivo torpe e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.

O crime ocorreu em Figueirópolis, sul do estado, em 2017, quando Danilo é acusado de matar Valter Júnior Moreira dos Reis a tiros em uma praça no centro da cidade. Após o assassinato, Danilo teria roubado o celular da vítima e fugido do local em um carro.

O processo estava suspenso devido à fuga de Danilo, mas agora as autoridades brasileiras estão cooperando com as americanas para lidar com o caso.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.