Suspeito de matar jovem durante briga em posto de gasolina se apresenta à polícia

Crime aconteceu em Conceição do Tocantins, no sudeste do estado. Suspeito alegou legítima defesa e foi liberado após prestar depoimento.

Compartilhe:

O principal suspeito de matar o jovem Daniel Tito da Silva, de 24 anos, em Conceição do Tocantins, se apresentou à delegacia. O crime aconteceu após uma briga generalizada em um posto de combustíveis, no último domingo (19), e foi registrado por câmeras de segurança.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A Secretaria de Segurança Pública do Tocantins informou que o caso está sendo investigado pela 104ª Delegacia de Polícia e que já ouviu todas as testemunhas e o suspeito de cometer o crime já havia sido identificado.

A Pasta disse ainda que o “suspeito já se apresentou à Delegacia, disposto a contribuir com as Investigações e, por não configurar mais a situação de flagrante, foi liberado após prestar depoimento”. Ele alegou legítima defesa, o que só poderá ser comprovado ao final do inquérito, bem como entregou a possível arma utilizada no crime que será periciada para comprovar tal informação.

Momento em que a vítima quebra a garrafa na cabeça do atirador

A secretaria disse também que mais informações serão divulgadas em momento oportuno.

O Crime

O crime aconteceu durante a madrugada de domingo, dia 16, por volta das 5h30. Na ocasião dos disparos, várias pessoas estavam presentes no pátio do estabelecimento, envolvidas em uma confraternização.

Nas imagens capturadas por câmera de segurança é possível visualizar o momento em que a vítima atinge o suspeito de 38 anos com uma garrafa na cabeça. O homem atingido se afasta do local e se dirige a uma caminhonete, de onde retira uma arma. Em meio a uma briga com outras pessoas, Daniel se afasta temporariamente, mas depois se aproxima novamente da caminhonete.

Daniel Dito se aproxima do carro do atirador antes de ser baleado

Nesse momento, o suspeito de 38 anos, que havia sido atingido com a garrafa, reage levantando sua arma e dispara várias vezes. Daniel foi atingido por três tiros e faleceu no local.

Uma outra pessoa que se encontrava no posto também foi levemente ferida na mão esquerda por um tiro de raspão.

Após o crime, o suspeito conseguiu fugir do local em sua caminhonete, acompanhado de outro indivíduo. No dia dos acontecimentos, ele já havia sido identificado pela Polícia Militar, que montou bloqueios nas estradas para tentar capturá-lo, porém sem sucesso.