Seis suspeitos de praticar rinha de galo são presos e multados em quase R$ 100 mil em Porto Nacional

PM ambiental apreendeu 33 galos no local. Eles eram mantidos em armários de madeira e estavam com ferimentos pelo corpo. Evento clandestino é considerado infração ambiental.

Compartilhe:

Seis presas foram presas em uma propriedade rural em Porto Nacional por participação em rinhas de galo. Essa atividade ilegal constitui uma violação ambiental, resultando em multas de R$ 99 mil para os suspeitos. Segundo a Polícia Militar, 33 galos foram resgatados na ação

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Ainda de acordo com a PM. O Batalhão Ambiental foi alertado sobre o evento clandestino, ocorrido em uma área rural da cidade, por meio de uma denúncia anônima. Os suspeitos foram detidos em flagrante na manhã de domingo (21).

De acordo com a PM, os 33 galos resgatados exibiam sinais evidentes de maus-tratos, devido aos combates clandestinos aos quais eram submetidos. As rinhas de galo são expressamente proibidas por lei em todo o território nacional.

Seis suspeitos de praticar rinha de galo são presos e multados em quase R$ 100 mil em Porto Nacional
Foto: Divulgação/PM-TO

Os nomes dos suspeitos não foram informados.

A perícia foi acionada e os suspeitos foram conduzidos à delegacia da Polícia Civil, onde foram submetidos aos procedimentos legais apropriados para o caso.