Secretário municipal é exonerado após ser preso por jogar esposa de carro em movimento

Edinaldo Rodrigues dos Santos exercia o cargo secretário de infraestrutura na Prefeitura de Pequizeiro, no oeste do Tocantins. Crime aconteceu após briga do casal durante cavalgada em Colméia.

Compartilhe:

O secretário municipal de infraestrutura da prefeitura de Pequizeiro foi destituído de suas funções após se envolver ser preso suspeito de tentar assassinar a esposa durante uma cavalgada em Colméia, no oeste do estado. Edinaldo Rodrigues dos Santos, de 45 anos, teria jogado a mulher do carro em movimento.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

De acordo com informações da Polícia Militar, momentos antes, Edinaldo quase atropelou a esposa e a forçou a entrar no veículo.

Por meio de um comunicado oficial, a prefeitura anunciou que, diante dos acontecimentos, optou por exonerar o secretário de suas funções até que as investigações sejam concluídas. O documento, assinado pelo prefeito, ressalta que condutas contrárias aos princípios de ética e integridade por parte de servidores públicos não serão toleradas.

Segundo o comunicado disponibilizado no site da prefeitura, o processo de seleção para um novo secretário já será iniciado pela administração municipal.

Os fatos ocorreram na madrugada de sábado (11). A polícia relata que Edinaldo estava portando uma arma de fogo com a licença vencida, a qual teria sido usada para ameaçar indivíduos no local.

Segundo a Polícia Militar, a briga teve início durante o evento. Sob influência de álcool, o suspeito proferiu ameaças às pessoas, e testemunhas afirmam que a vítima, de 27 anos, tentou acalmar o agressor. Foi então que ele deu marcha à ré no carro, atingindo-a com o veículo.

Após forçá-la a entrar no automóvel, a mulher foi posteriormente encontrada gravemente ferida em uma rua da cidade. Conforme informações da PM, Edinaldo abriu a porta e a empurrou do veículo em movimento.

Os policiais foram acionados para atender à ocorrência e souberam que a mulher estava hospitalizada em Guaraí. Também foram informados de que Edinaldo estava na unidade hospitalar, agressivo, proferindo mais ameaças e interferindo no atendimento médico.

Ao abordá-lo, os policiais relatam que o ex-secretário reagiu com violência, desferindo socos e empurrões contra eles. Diante disso, foi necessário o uso de força para contê-lo, sendo posteriormente detido e levado para a delegacia de Guaraí.

Em posse dele, foram apreendidas uma pistola 380 com 20 munições e duas armas brancas.

Homem é preso por empurrar a própria mulher de carro em movimento após briga em cavalgada
Foto: Divulgação/PMTO

Parentes da vítima informaram que ela ainda está hospitalizada, mas se recuperando bem dos ferimentos. Edinaldo deverá responder por tentativa de feminicídio, ameaça e agressão física.