PF faz megaoperação para prender envolvidos nos atos golpistas de 8 de janeiro

Ações ocorrem no DF e em 18 estados. Foram expedidos 208 medidas judiciais, como recolocação de tornozeleiras e até o momento, 48 pessoas foram localizadas.

Compartilhe:

A Polícia Federal (PF) realizou uma operação nesta quinta-feira (6) para prender envolvidos, alguns foragidos, nos atos antidemocráticos de 8 de janeiro de 2023, quando as sedes dos Três Poderes foram invadidas e depredadas.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Foram cumpridas 208 medidas judiciais, incluindo a recolocação de tornozeleiras eletrônicas, expedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 18 estados e no Distrito Federal, visando à captura de investigados e condenados. Oito dessas medidas foram cumpridas anteriormente, enquanto as restantes foram executadas nesta quinta-feira.

Entre os alvos, 170 pessoas foram classificadas como foragidas. Até o momento, a PF prendeu 48 indivíduos, embora nem todas as prisões tenham ocorrido nesta quinta-feira. Algumas foram realizadas nos últimos dias.

A operação faz parte de mais uma fase da Operação Lesa Pátria. Segundo a Polícia Federal, os envolvidos descumpriram medidas cautelares judiciais ou fugiram para outros países para evitar a aplicação da lei penal. A Argentina é apontada como a principal rota de fuga, abrigando mais de 60 foragidos.

As violações incluem a violação de tornozeleira eletrônica, mudança de endereço sem comunicação e não comparecimento à Justiça. Embora não haja mandados de busca e apreensão, a Polícia Federal tem autorização judicial para apreender eventuais armas encontradas. Uma arma foi localizada.

Os nomes dos foragidos não capturados serão incluídos no Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP) e na lista de procurados da Interpol, caso estejam no exterior.

Distribuição dos mandados por unidade da federação:

  • Distrito Federal: 7
  • Paraná: 5
  • Bahia: 1
  • Mato Grosso: 4
  • Minas Gerais: 7
  • Goiás: 1
  • Mato Grosso do Sul: 1
  • São Paulo: 17
  • Santa Catarina: 3
  • Espírito Santo: 1
  • Pará: 1

Os crimes associados aos envolvidos incluem:

  • Abolição violenta do Estado Democrático de Direito
  • Golpe de Estado
  • Dano qualificado
  • Associação criminosa
  • Incitação ao crime
  • Destruição, deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido