Corpo de policial civil encontrado em avenida de Palmas teria ficado de 36 a 48 horas dentro de carro

Vítima foi identificada como Valter Barbosa Lino tinha de 45 anos. Caso, a princípio, é tratado como suicídio.

Compartilhe:

O corpo do policial civil Valter Barbosa Lino, de 45 anos, foi encontrado em estado avançado de decomposição dentro de um carro, sugerindo que poderia estar no local há aproximadamente 36 a 48 horas, segundo os peritos. O cadáver foi localizado na avenida Teotônio Segurado, em Palmas, nesta quarta-feira (05).

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A Polícia Civil está investigando o caso para determinar as circunstâncias da morte. Os peritos que examinaram o corpo estimaram o tempo de decomposição com base nas condições do cadáver e do ambiente. O veículo onde Valter Barbosa foi encontrado estava estacionado em uma área isolada, o que pode ter contribuído para o atraso na descoberta do corpo.

De acordo com a Polícia Civil, o corpo tinha uma marca na cabeça, que seria de perfuração por arma de fogo. A Polícia Militar e perícia também atenderam a ocorrência.

Policial civil é encontrado morto dentro de carro estacionado em avenida de Palmas
Foto: Divulgação

A Polícia Científica realizou a perícia no local e o corpo de Valter foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Palmas, para passar por exames de necropsia. O caso, a princípio, é tratado como suicídio. 

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que todas as hipóteses estão sendo consideradas, e a investigação seguirá até que se esclareça o que aconteceu. Os exames complementares irão ajudar a determinar a causa da morte.

A SSP expressou pesar pela perda do policial civil, destacando que ele era servidor concursado desde 2003 e desempenhava suas funções na Central de Custódia de Vestígios.

Centro de Valorização da Vida (CVV)

O Centro de Valorização da Vida (CVV) oferece apoio emocional gratuito e confidencial a quem está passando por momentos difíceis, incluindo prevenção ao suicídio.

O serviço voluntário está disponível por telefone, e-mail, chat e presencialmente, garantindo um espaço seguro para conversas acolhedoras e sigilosas.

Voluntários atendem pelo telefone 188. Também é possível conversar via e-mail e chat através do site www.cvv.org.br, ou até pessoalmente, na Rua Campos Melo, 189, no bairro Vila Mathias. O local funciona 24h.