Receita Federal fecha shopping de importados e apreende R$ 3 milhões em mercadorias em Palmas

Operação cumpriu mandados de prisão e apreensão em lojas de Palmas e Brasília suspeitas de vender produtos falsificados. Um dos alvos é uma loja que fica ao lado da prefeitura da capital tocantinense.

Compartilhe:

Uma operação de combate à comercialização de produtos falsificados, deflagrada nesta quarta-feira (5), resultou na apreensão de cerca de R$ 3 milhões em mercadorias em Palmas e Brasília. Três mandados de prisão e apreensão estão sendo cumpridos em diversas lojas como parte da ação.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A investigação teve início a partir de denúncias recebidas por escritórios de advocacia que representam marcas de eletrônicos, incluindo Apple, Samsung e Motorola.

Vídeo:

Uma das lojas investigadas está localizada na avenida JK, um dos principais centro comercial de Palmas, e fica ao lado do prédio da prefeitura. Outro estabelecimento na mesma região também teve seus produtos apreendidos, enquanto mandados foram também foram cumpridos em Taquaralto.

Denominada Operação Spuria, a ação é conduzida pela Receita Federal do Brasil em colaboração com a Polícia Civil do Distrito Federal e a Polícia Rodoviária Federal. O objetivo da investigação é desmantelar organizações criminosas que utilizam esse tipo de comércio para a lavagem de dinheiro.

Receita Federal fecha shopping de importados e apreende R$ 3 milhões em mercadorias

Segundo as denúncias, algumas empresas estariam comercializando mercadorias pirateadas dessas marcas, o que representa um risco para os consumidores devido à baixa qualidade e aos possíveis danos à saúde.

A operação mobilizou 30 servidores da Receita Federal, incluindo auditores e analistas, 13 policiais civis do DF e 20 policiais rodoviários, que fiscalizaram 10 estabelecimentos comerciais.