Suspeito de envolvimento em onda de homicídios em Palmas e tráfico de drogas é preso em PE

Conhecido como 'Lan House', ele foi encontrado em Petrolina. O suspeito estava no nordeste há cerca de três anos e controlava uma organização criminosa em Palmas.

Compartilhe:

Rilys Pereira Neves, conhecido como ‘Lan House’ foi preso nesta terça-feira (4) pela Polícia Civil do Tocantins, Ele é suspeito de liderar uma organização criminosa envolvida em grande parte do tráfico de drogas em Palmas. Além disso, ele está sob investigação por sua suposta ligação com homicídios ocorridos no primeiro semestre de 2023 na capital. O suspeito foi localizado em uma residência em Petrolina (PE).

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

De acordo com informações da polícia, Lan House’ estava escondido em Pernambuco há três anos, residindo em uma casa de classe média. As investigações indicam que, mesmo estando em outro estado, ele mantinha controle sobre a organização criminosa e continuava a enviar drogas para seus associados.

“Ele era apontado como líder. Estava há três anos morando aqui [em Pernambuco], escondido, com apoio de outra facção criminosa do Nordeste, em residências de classe média. Continuava enviando drogas e armamentos para Palmas. Desempenhava um papel de destaque na criminalidade e nos incidentes ocorridos no ano passado”, declarou o delegado Alexander Pereira, da 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos de Palmas.

Suspeito de envolvimento em onda de homicídios em Palmas e tráfico de drogas é preso em PE
Foto: Reprodução/SSP-TO

Conforme a Polícia Civil, durante esse período, o suspeito teria providenciado armas e outros recursos para o grupo criminoso, visando defender seus pontos de venda de drogas. Além disso, ‘Lan House’ está sendo investigado pelas múltiplas mortes ocorridas em 2023, resultantes de conflitos entre facções em Palmas.

A operação foi conduzida pela 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos de Palmas, com apoio da 214ª Delegacia de Polícia de Petrolina.