Perito do INSS escreve ‘bla, bla, bla’ ao negar auxílio-doença para serralheiro em Goiás

Justificativa foi escrita como resposta a dois pedidos do benefício feitos pelo trabalhador nos anos de 2022 e 2023. OAB acompanha o caso.

Compartilhe:

Um perito do INSS foi acusado de repetir a expressão ‘bla, bla, bla’ para justificar a recusa de um pedido de auxílio-doença feito por um serralheiro em Goiânia. Os documentos foram apresentados à Seção Goiás da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO), que os encaminhou à Perícia Médica Federal em Goiás para investigação.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O Ministério da Previdência Social afirmou que o laudo médico pericial é falso e que, após uma consulta à base de dados do INSS, não foi encontrado nenhum registro do documento mencionado na matéria. Além disso, o Ministério destacou que, embora uma perícia médica tenha reconhecido a incapacidade laboral do serralheiro em abril deste ano, ele não tinha direito ao benefício por não ser considerado segurado.

Nos documentos apresentados, o serralheiro relatou seu histórico de dependência alcoólica e tratamentos anteriores, mas teve seu pedido de auxílio-doença negado em duas ocasiões, ambas com a mesma justificativa repetitiva de ‘bla, bla, bla’ em sete linhas.

A OAB-GO, por meio de sua Comissão de Direito Previdenciário (CDPrev), reiterou seu compromisso com a defesa dos direitos da cidadania e encaminhou o caso à Perícia Médica Federal em Goiás, que prometeu identificar o responsável pela avaliação e encaminhar o documento à Corregedoria da instituição.