Pancadaria: Após jovem ser espancada por colegas, parentes vão em escola bater nas agressoras; Vídeo

Segundo a polícia, as duas confusões aconteceram dentro do ambiente escolar em Ponte Alta do Bom Jesus. Um canivete foi apreendido com as menores.

Compartilhe:

Uma jovem estudante de 18 anos foi brutalmente agredida por três adolescentes dentro das instalações de uma escola estadual em Ponte Alta do Bom Jesus, no sudeste do Tocantins. Após o incidente, familiares da vítima agredida reagiram dirigindo-se à escola e confrontando as agressoras.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O caso ocorreu durante o dia de quarta-feira (10) dentro da Escola Estadual Antônio Carlos de França. Um vídeo circulando nas redes sociais mostra parte do conflito.

Assista o vídeo:

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) emitiu um comunicado repudiando veementemente qualquer forma de violência e reiterou seu compromisso em implementar programas destinados a prevenir incidentes dessa natureza nas escolas. Além disso, afirmou que o caso será acompanhado de perto e que serão adotadas medidas adicionais de segurança.

A Secretaria da Segurança Pública do Tocantins (SSP-TO) informou que a Polícia Civil, por meio da 103ª Delegacia, iniciou investigações para apurar os fatos.

Segundo relatos da polícia, três adolescentes, duas de 16 anos e uma de 15 anos, começaram a agredir outra aluna de 18 anos dentro da escola. A vítima sofreu lesões no rosto, no tórax, no antebraço e na coxa.

Os funcionários da escola conseguiram intervir para conter a briga, e foi descoberto que uma das agressoras estava com um canivete, que foi apreendido.

Familiares se envolvem na escola

Poucos minutos após a agressão, a mãe e a avó da jovem agredida foram à escola para discutir o assunto com a administração. No entanto, de repente, começaram a agredir as adolescentes responsáveis pelas agressões à jovem de 18 anos. Toda a confusão também ocorreu dentro das dependências da escola.

A polícia foi chamada e todos os envolvidos foram levados para a delegacia, onde foram interrogados e submetidos a exames de corpo de delito, que confirmaram lesões superficiais.

As menores de 15 e 16 anos foram autuadas por ato infracional semelhante a lesão corporal, enquanto as outras foram submetidas a procedimentos de investigação criminal.

Professores e outros funcionários da escola foram convocados para prestar depoimento, e as investigações estão em andamento.

O que diz a Secretaria de Estado da Educação

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que, ao tomar conhecimento do ocorrido, os gestores da Escola Estadual Antônio Carlos de França, em Ponte Alta do Bom Jesus, acionaram a força policial. Ressaltamos que o caso será acompanhado e medidas de segurança serão reforçadas.

Destacamos que a Seduc repudia qualquer tipo de violência. Nesse sentido, entre as várias ações em prol de uma boa convivência entre estudantes e comunidade escolar, destacamos o programa “Escola de Emoções”, que atua com foco no desenvolvimento das competências socioemocionais dos alunos, contribuindo para a gestão das emoções.