Pai preso por matar a filha com golpes de cinto disse que agrediu a filha ‘para corrigi-la’

Perícia apontou que Aoulath Alyssah, de 8 anos, apresentava inúmeras lesões provocadas por ação contundente nas costas, no tórax, nos braços e na face.

Compartilhe:

Um pai foi preso por ser responsável pela morte de sua própria filha, uma criança de 8 anos, em Niterói (RJ). Conforme informações da Delegacia de Homicídios, Ilias Olachegoun Adeniyi Adjafo, originário do Benim, teria torturado Aoulath Alyssah Rodrigues Damala com golpes de cinto dentro de casa, localizada na comunidade Boa Vista, em São Lourenço. O crime foi registrado na noite da última segunda-feira (11).

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A perícia constatou que Aoulath Alyssah apresentava diversas lesões resultantes de golpes contundentes nas costas, tórax, braços e face.

De acordo com as investigações, a criança teria pego um objeto de um colega de sala e o levado para casa. Como forma de castigo, o pai a agrediu, após ter sido informado sobre o ocorrido pela professora da menina. O pai justificou as agressões como uma tentativa de corrigir o comportamento da filha.

Um advogado que acompanhava Ilias mencionou que o beninês “não conseguiu controlar a raiva”. O defensor afirmou que o pai estava extremamente arrependido, chegando a chorar copiosamente durante a detenção.

Foto: Divulgação

Até o momento desta atualização, Ilias permanecia detido na Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo. A família é originária do Benim, mas a criança teria nascido no Brasil e residia apenas com o pai.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.