Pai é suspeito de pagar R$ 5 mil para neta matar filho dele em disputa por casa em Goiás

A vítima foi assassinada com três tiros na porta de casa. Segundo o delegado, o pai foi expulso de casa após morte de mulher.

Compartilhe:

Um idoso de 73 anos é suspeito de pagar R$ 5 mil para que sua neta e o marido dela matassem filho dele em Porangatu, no norte de Goiás. De acordo com a Polícia Civil, pai e filho brigavam por causa de uma casa da família.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O crime ocorreu na noite de 7 de maio. Segundo o delegado Luciano Santos, os três suspeitos foram presos no mesmo dia.

Segundo a polícia, Uelton Bispo de Sousa, de 48 anos, foi morto com três tiros na porta de sua casa. Ele foi levado ao Hospital Municipal de Porangatu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade.

As investigações revelaram que o pai encomendou a morte do próprio filho. “Os autores presos são o pai, que é o mandante do crime, uma sobrinha da vítima e o marido dela, que são os executores”, detalhou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, a razão da briga entre pai e filho envolvia a casa. “Após a morte da mãe, o filho, que é usuário de drogas, expulsou o pai e a família de casa e transformou a residência em um ponto de uso de drogas, o que revoltou o pai”, disse.

Pai é suspeito de pagar R$ 5 mil para neta matar filho dele em disputa por casa em Goiás
Foto: Divulgação

A briga durou mais de dois anos e, durante esse período, a vítima chegou a extorquir dinheiro do pai para comprar mais drogas. “Toda a situação gerou um mal-estar até que o pai encomendou a morte do filho”, explicou o delegado.

Os três suspeitos foram presos horas após o crime em uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar (PM) e Polícia Civil (PC). Segundo o delegado Luciano Santos, a justiça manteve a prisão deles, que respondem por homicídio.