Mãe teria pedido para filha terminar namoro com suspeito de matar as duas com golpes de facão

Crime brutal aconteceu em Porto Nacional e ex-namorado da jovem é procurado pela polícia. Maria e sua filha Olívia Arantes foram enterradas no município goiano de Guapó.

Compartilhe:

O brutal assassinato de mãe e filha abalou a cidade de Porto Nacional no último final de semana. Maria Arantes, de 58 anos, e sua filha, Olívia Arantes, de 16, foram mortas com golpes de facão e o suspeito dos ataques e o ex-namorado da jovem. Segundo familiares, a mãe havia aconselhado Olívia a terminar o relacionamento.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O crime bárbaro ocorreu na madrugada de domingo, no assentamento Bom Sucesso, em Porto Nacional. As duas vítimas foram sepultadas na segunda-feira em Goiás.

Segundo Milca Arantes Franco, a sua irmã de Maria não aprovava o relacionamento e aconselhou Olívia a encerrar o namoro com o rapaz.

“Ela seguiu o conselho e terminou com ele, mas o rapaz não aceitou o término do relacionamento e ameaçou se vingar. Ninguém esperava por essa violência dele”, comentou Milca.

O suspeito, identificado como Frederico de Jesus da Silva Ribeiro, teria atacado as vítimas na madrugada, depois que Olívia terminou o relacionamento . Além de mãe e filha, o suspeito agrediu o marido de Maria, Raimundo da Silva, que tentou protegê-las. O cão da família também foi vítima da violência.

Raimundo recebeu 32 pontos devido a um ferimento no braço, mas, segundo a família, está se recuperando bem.

Enterro em Goiás

Os corpos de Maria e Olívia foram velados em uma igreja evangélica em Guapó (GO), e o sepultamento ocorreu no cemitério Jardim da Paz, na mesma cidade, na tarde da segunda-feira.

Foto: Divulgação

Amigos e colegas de escola de Olívia prestaram suas condolências. Ela cursava o 9º ano do ensino fundamental na Escola Municipal Faustino Dias dos Santos, e uma colega de classe lamentou a morte trágica da jovem, expressando a surpresa e a tristeza por sua partida súbita.

A Secretaria Municipal de Porto Nacional emitiu uma nota de pesar pelas mortes de mãe e filha nas redes sociais. No comunicado, manifestaram solidariedade aos familiares e amigos, desejando que Deus console a todos.

O crime

Quanto ao ocorrido, um filho de Maria Arantes informou à Polícia Militar que estava em Palmas quando recebeu um telefonema de sua mãe, relatando que o namorado de sua irmã estava fazendo ameaças. Ele pediu que as duas buscassem refúgio em outro local, mas infelizmente o suspeito já havia chegado. Olívia estava em um relacionamento com o autor por aproximadamente dois meses.

Ex- namorado é suspeito do crime – Foto: Divulgação

Após cometer os crimes, o suspeito fugiu em uma moto até sua própria casa. Sua mãe confirmou que ele chegou em casa, confessou os crimes e em seguida fugiu. As autoridades conduziram buscas, mas o suspeito ainda não foi localizado. A Polícia Científica realizou a perícia no local do crime.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.

*Com informações do G1