Câmera registra Oficial de Justiça derrubando mulher com tapa no rosto durante festa; Vídeo

Agressão aconteceu em uma casa de eventos em Gurupi, no sul do Tocantins. vítima teve corte e hematoma no rosto.

Compartilhe:

Durante uma festa em uma casa de eventos em Gurupi, no sul do estado, um oficial de Justiça derrubou uma mulher ao agredi-la com um tapa. Como resultado, a vítima sofreu um corte na parte interna da boca, e a marca da mão do agressor ficou visível em seu rosto.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Um vídeo da agressão foi divulgado nas redes sociais. Assista:

O suspeito por trás dessa agressão foi identificado como o oficial Elias Roberto Lourenço Júnior. Em uma declaração, ele alegou que estava reagindo a uma agressão por parte da mulher, admitindo que agiu de maneira desproporcional e impulsiva no calor do momento.

A agressão ocorreu na noite de sábado (28). Nas imagens, é possível ver o momento em que a vítima passa pelo suspeito, que a toca na cabeça.

A mulher vira-se, atinge o rosto do homem e se afasta. Ele permanece imóvel por alguns instantes. Logo depois, a mulher retorna, e o agressor desfere um tapa em seu rosto. A vítima cai e é socorrida por outras mulheres.

Foto: Divulgação

O irmão da mulher disse o caso foi registrado na delegacia, e a vítima passou por um exame de corpo de delito. Imagens fornecidas pela família mostram um grande hematoma em seu rosto e uma lesão na parte interna da boca.

A Polícia Militar informou que não foi chamada para atender a ocorrência. A Secretaria de Segurança Pública do Tocantins (SSP) anunciou que a 4ª Delegacia Especializada de Repressão às Infrações de Menor Potencial Ofensivo (Deimpo) ficará encarregada da investigação do caso.

Outro lado

O oficial de Justiça relatou que:

“Eu estava na festa com alguns amigos e minha namorada. Em um determinado momento, eu cumprimentei a moça que, aliás, é conhecida minha. No entanto, ela não gostou da maneira como eu agi, simplesmente passando a mão na cabeça dela e dizendo: ‘E aí, tudo bem?’.

Por não ter gostado, ela me deu um tapa na cara (como mostram as imagens). Nesse momento, eu fiquei parado, sem reação. Ela se dirigiu até minha namorada, e conversaram por alguns segundos, retornando para me agredir novamente.

Foi nesse momento que eu reagi. Sei que minha reação foi desproporcional, mas, no calor do momento, foi inevitável. Quero, aqui, pedir desculpas publicamente pelo ocorrido e agradeço pelo espaço para que eu possa apresentar minha versão dos fatos.”

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.