Lutador de jiu-jítsu suspeito de agredir e ameaçar matar ex-companheiras é preso durante competição; Vídeo

Tiago Gomes foi preso suspeito de ameaçar matar e injuriar com xingamentos a ex-namorada que estava no local. Justiça decidiu mantê-lo preso preventivamente.

Compartilhe:

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra o momento em que o lutador de jiu-jítsu Tiago Gomes de Oliveira, de 41 anos, é escoltado por policiais militares para fora de um campeonato em Goiânia, onde ele estava programado para competir. Ele foi detido sob suspeita de ameaçar de morte e insultar verbalmente sua ex-namorada, que estava presente no local.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A prisão ocorreu no sábado (6) durante um torneio no Ginásio Rio Vermelho. A vítima, que optou por manter sua identidade em segredo, relatou que estava lá para apoiar seu atual parceiro, também lutador. Ela suspeita que Tiago tenha intensificado as ameaças depois de descobrir que ela estava noiva de outro homem.

Assista o vídeo:

“A atmosfera intimidadora de Tiago foi evidente desde sua chegada ao ginásio. Logo após, na área de competição, ele proferiu insultos ao meu noivo e imediatamente me ameaçou de morte”, disse a mulher.

Tiago compareceu a uma audiência de custódia no domingo (7) e a juíza Lorena Prudente Mendes decidiu mantê-lo sob custódia preventiva, considerando seu comportamento agressivo e o risco de que ele possa “voltar a cometer crimes contra a coletividade, especialmente contra as vítimas”.

A ex-namorada revelou que teve um relacionamento de quatro anos com Tiago, mas o término ocorreu há dois anos devido à sua agressividade. As ameaças recomeçaram há cerca de um mês, e ela recebeu alertas até de conhecidos de Tiago.

“Você não me conhece, mas gostaria de falar com você sobre Tiago, seu ex. São coisas muito pesadas, até sobre te matar. Ele tem dito coisas como: ‘Você pode acordar um dia com a boca cheia de formigas e não entender porquê'”, disse um dos alertas recebidos.

Lutador de jiu-jítsu suspeito de agredir e ameaçar matar ex-companheiras é preso durante competição
Foto: Divulgação

A vítima procurou a delegacia para denunciar a situação uma semana antes da prisão de Tiago durante o campeonato. Após a detenção, ela obteve uma medida protetiva que exige que o lutador mantenha distância dela.

Outras denúncias

Outras duas mulheres também denunciaram Tiago por crimes de violência doméstica na semana anterior. Algumas delas o conheceram por meio de aplicativos de relacionamento.

Em registros de conversas, Tiago expressou comportamentos agressivos. “Aprende uma coisa: eu sou um psicopata! Se estiver vivo ou morto, para mim é irrelevante”, afirmou em uma das mensagens.

Em outra conversa, ele mencionou possuir um HD com fotos íntimas de três ex-namoradas. Uma das vítimas relatou agressões físicas durante o relacionamento.

“Ele me enforcou, bateu minha cabeça no capô do carro. Se você olhar, o carro dele está amassado. A mãe dele me pediu para não denunciá-lo, senão ele seria preso”, relatou.

Apesar de apenas três mulheres terem formalmente denunciado Tiago até o momento, há suspeitas de que possa haver outras vítimas que ainda não procuraram a delegacia por medo.