Jovem que fez sexo oral em amigo desacordado vai responder em liberdade por atentado violento ao pudor

Caso aconteceu na área de piscina de um prédio de Maceió (AL). Vítima não quis prestar queixa, mas ato filmado por câmeras de segurança e imagens foram entregues à Polícia Civil.

Compartilhe:

O jovem de 24 anos, que foi preso após ser flagrado por câmeras de segurança praticando ato sexual com um amigo desacordado na área da piscina de um prédio na Jatiúca, em Maceió, conquistou o direito de responder ao processo por crime de atentado violento ao pudor em liberdade. Embora a vítima tenha optado por não registrar queixa, as imagens foram entregues à Polícia Civil.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O incidente ocorreu na segunda-feira (15). Após a prisão, o jovem passou por Audiência de Custódia e foi liberado na terça-feira (16) sem a necessidade de pagamento de fiança.

Segundo o Boletim de Ocorrência, quatro homens estavam na piscina, e um funcionário do prédio solicitou que deixassem o local. Apenas dois acataram a ordem. Posteriormente, o mesmo funcionário, ao observar pelas câmeras, notou que um dos homens que não saiu estava se masturbando enquanto praticava ato sexual com o amigo, que estava desacordado.

O funcionário retornou à área da piscina e tentou intervir, solicitando novamente que ambos deixassem o local. Entretanto, o homem que praticava o ato ejaculou antes de se vestir e sair da piscina.

A Polícia Militar foi acionada e deteve o jovem. A síndica do prédio relatou que as imagens evidenciam que, ao adormecer, a vítima foi abusada sexualmente pelo outro jovem, que inicialmente se masturbava. O registro do ato criminoso foi entregue às autoridades policiais.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.