Jovem preso por matar a própria mãe a facadas disse que não está arrependido, diz polícia

Suspeito alegou que teve ataque de raiva. O pai contou em depoimento que o jovem e a mãe brigavam com frequência, pois mulher queria que ele trabalhasse e ajudasse em casa.

Compartilhe:

O jovem Kevin Alex Pereira dos Santos, de 22 anos, suspeito de matar a própria mãe afirmou à polícia que não estava arrependido. Crime aconteceu na na terça-feira (23), em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal,

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Um vídeo de uma câmera de segurança registrou o momento em que ele foge após o crime. Em outro vídeo, é possível ver o momento em que o suspeito é detido após ser agredido por populares.

Assista o vídeo:

De acordo com informações da Defensoria Pública do Estado de Goiás, o suspeito teve representação durante a audiência de custódia. Ele terá um prazo para constituir sua defesa, que poderá ser realizada pela Defensoria ou por um advogado particular.

Conforme relato da ocorrência, o suspeito admitiu o crime ao ser detido e informou aos policiais militares que naquela noite decidiu retornar para casa, quando foi agredido por algumas pessoas na rua. Quando questionado sobre suas motivações e arrependimento, o jovem respondeu que não estava arrependido e teve um “acesso de raiva” porque a mãe estava “olhando demais” para ele.

Jovem é preso por matar a própria mãe a facadas após vítima ficar 'encarando muito' ele
Foto: Reprodução

Conflitos familiares

O pai do suspeito declarou que o jovem e a mãe frequentemente brigavam, pois ela desejava que ele contribuísse com o trabalho doméstico. Ao chegar em casa para o almoço, o pai encontrou o filho coberto de sangue, mas o jovem não respondeu quando questionado sobre o ocorrido.

Ao adentrar a residência, o pai se deparou com a mulher caída no chão da cozinha, próxima à geladeira. Ele então acionou o Corpo de Bombeiros, que confirmou o óbito no local.

Segundo informações da Polícia Militar, o jovem relatou que estava na residência com a mãe quando, na cozinha, pegou uma faca e a golpeou duas vezes na barriga. Questionado sobre a motivação, o jovem alegou ter perdido a cabeça porque a mãe estava “encarando” demais ele. Na quarta-feira (24), a Justiça converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva.