Jovem de 17 anos é morto e PM baleado em tiroteio durante show de Maiara e Maraísa

Confusão aconteceu durante a primeira noite do evento que celebra o 35º aniversário do Tocantins, em Palmas.

Compartilhe:

A festa de aniversário de 35 anos do estado do Tocantins teve sua primeira noite interrompida devido a um tiroteio que gerou pânico na Praça dos Girassóis, em Palmas. A ocorrência aconteceu na madrugada da sexta-feira (6). Um adolescente de 17 anos, identificada como Ruan Gomes da Silva, morreu com um tido na cabeça e um policial militar foi baleado.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Cerca de 40 mil pessoas assistia a uma série de shows. O tiroteio causou pânico e correria que deixou várias pessoas feridas.

Assista o vídeo:

Tiroteio

A confusão teria começado após uma briga envolvendo o policial militar Mikel de Melo Barbosa, de 23 anos, e outros dois indivíduos. Durante a confusão, a arma do policial foi tomada, e ele foi ferido por tiros nas costelas e no quadril.

O jovem Ruan Gomes da Silva, que estava no local assistindo aos shows com seus primos, acabou sendo sendo atingido por uma bala e foi a óbito no local. Ele era um estudante e trabalhava como chapeiro numa lanchonete.

Um casal também foi atingido de raspão pelos disparos. O policial Mikel, membro da força tática, foi baleado após ter sua arma tomada durante a briga. Ele passou por cirurgia e está fora de perigo.

Policial militar Mikel de Melo Barbosa

O casal que foi atingido de raspão pelos disparos também está fora de perigo. Além disso, algumas pessoas buscaram tratamento médico devido a lesões nos pés causadas por cacos de vidro.

Investigação

A investigação do tiroteio está a cargo da 1ª Delegacia de Homicídios de Palmas e a perícia esteve no local coletando evidência. No fim da manhã, a Polícia Militar chegou até dois irmãos que supostamente estariam envolvidos no crime. Houve uma troca de tiros e os dois suspeitos foram mortos na região norte da capital. “

‘Testemunhas que estavam no local [na Praça dos Girassóis] citaram o nome dessas duas pessoas. Eram bastante conhecidos da polícia, com passagens por tráfico, roubo e furto. Um deles, foi o responsável por atear fogo em uma viatura da Polícia Civil no ano passado […], afirmou afirmou o comandante da PM.

Foto: Reprodução

Ainda de acordo com o comandante, há fortes indícios de que há ligação do crime da Praça dos Girassóis com esse que ocorreu na região norte de Palmas..

Sobre a festa

O evento de dois dias, organizado pelo governo do estado para celebrar o 35º aniversário do Tocantins, contou com shows de artistas regionais e nacionais, incluindo Maiara e Maraísa. No entanto, o tiroteio ocorreu durante a apresentação da dupla, levando ao encerramento precoce do evento na primeira noite.

Cerca de 40 mil pessoas estavam presentes na Praça dos Girassóis durante o evento.

Foto: Divulgação

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.