Homem mata namorado da ex-mulher e atira no filho que interveio para defender a mãe

Crime aconteceu em Araguaína, no norte do Tocantins. Suspeito teria descumprido uma medida protetiva que o impedia de se aproximar da ex-mulher, horas antes do crime.

Compartilhe:

Um homem de 44 anos é suspeito de ter cometido um crime de homicídio e tentativa de homicídio na madrugada desta terça-feira (26) em Araguaína, no norte do estado. De acordo com informações da Polícia Militar, o suspeito está foragido;

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A vítima fatal foi identificada como o ajudante de obras André Nascimento Lima, de 33 anos. O suspeito do crime, identificado como o servidor público municipal Raimundo Filho Pereira da Luz, de 44 anos, teria descumprido uma medida protetiva que o impedia de se aproximar da ex-mulher, horas antes do crime.

Conforme relatos da PM, o ex-marido invadiu a residência por volta de 1h da manhã e encontrou sua ex-mulher na companhia do namorado, André Nascimento. Movido por ciúmes, ele começou a disparar diversas vezes.

André Nascimento foi atingido várias vezes por disparos de arma de fogo e foi a óbito no local. Posteriormente, o suspeito tentou atirar contra a ex-mulher, porém o filho do casal, de 14 anos, interveio e acabou sendo atingido na mão e na boca.

Após o crime, o suspeito conseguiu fugir do local e as equipes da PM realizaram buscas, porém sem sucesso na sua captura. A arma utilizada no crime foi identificada como uma pistola calibre .40.

O adolescente ferido foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Regional de Araguaína. Segundo informações médicas, o menor encontra-se estável e passará por exames e novas avaliações.

Homem mata namorado da ex-mulher e atira no filho que interveio para defender a mãe
Foto: Divulgação

O suspeito possui histórico policial por crimes relacionados à violência doméstica, ameaças e injúria. Ele estava sujeito a uma medida protetiva que o impedia de se aproximar da ex-mulher, mas violou essa medida horas antes do crime.

Suspeito descumpriu medida protetiva

Segundo relatos da PM, a ex-mulher do suspeito, de 36 anos, possuía uma medida protetiva contra ele e ligou para a polícia ao encontrá-lo nas proximidades de sua residência. Consciente dessa ligação, o ex-marido fugiu, retornando horas depois armado.

O local do crime foi isolado e a Polícia Civil, a Polícia Científica e o Instituto Médico Legal foram acionados para realizar os procedimentos cabíveis. O caso está sendo investigado pela 2ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Araguaína.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp