Falsa médica é presa em Goiás por usar registro de profissional para fazer procedimentos estéticos

Segundo a polícia, Renata Costa Ribeiro dizia nas redes sociais ser referência em remodelação corporal.

Compartilhe:

Em Goiânia, uma mulher foi presa em flagrante acusada de realizar procedimentos estéticos sem a devida qualificação. Segundo a Polícia Civil, a suspeita, identificada como Renata Costa Ribeiro, estava usando o registro profissional de uma ginecologista e atendia pacientes em uma clínica no Setor Bela Vista.

A denúncia veio à tona na segunda-feira (30) quando uma médica relatou à polícia que seu registro profissional estava sendo indevidamente utilizado por outra pessoa. As autoridades foram ao local indicado pela denunciante e encontraram Renata em conversa com uma paciente.

Renata admitiu informalmente para a polícia que estava fazendo uso impróprio do registro profissional da médica verdadeira, alegando que possuía conhecimento e sabia o que estava fazendo, apesar de não possuir qualificação na área.

Foto: Divulgação

Aos agentes, a suspeita alegou que começou a cursar medicina no Paraguai, mas não concluiu o curso e que estava estudando biomedicina, mas não apresentou provas disso até o momento. Ela será investigada por falsificação de documento público e exercício ilegal da medicina.

A polícia ainda não tem informações sobre pacientes de Renata que enfrentaram complicações devido aos procedimentos. Portanto, o nome e rosto da suspeita estão sendo divulgados para incentivar eventuais vítimas a denunciá-la.

Renata, que contava com mais de 6 mil seguidores nas redes sociais, se autodenominava como especialista em remodelação corporal e oferecia cursos na área. Entre os procedimentos realizados por ela estavam aplicação de botox, rinomodelação, harmonização corporal e tratamento de flacidez pós-parto.

A polícia também investigará se ela ministrava cursos para outras pessoas, como sugerem suas postagens online.

Todas essas atividades ocorreram entre 2020 e 2021.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.