Esposa é presa suspeita de atirar e matar sargento da PM durante briga de casal

Caso aconteceu em Dianópolis, no sudeste do Tocantins. Segundo a polícia, a esposa disse que atirou no marido para se defender, pois os dois discutiam no momento do ocorrido.

Compartilhe:

A esposa do sargento da Polícia Militar, Pedro Aparecido dos Santos, de 46 anos, foi presa em flagrante em Dianópolis, no sudeste do estado. Ela é suspeita de assassinar o próprio marido a tiros . Conforme a Polícia Civil, o crime teria ocorrido durante uma discussão entre o casal.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O sargento foi morto em casa na noite de sábado (13), por volta das 21h. Vizinhos teriam ouvido o disparo de arma de fogo e alertaram as autoridades. Quando uma equipe da PM chegou ao local, encontrou a esposa, de 31 anos, e o sargento caído no quarto do casal, sem vida.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a suspeita, que não teve o nome divulgado, afirmou que, após uma discussão, pegou uma arma de fogo que estava na residência e atirou contra o marido. A mulher relatou ainda que, após feri-lo, saiu desesperada em busca de socorro.

A esposa foi encaminhada à 14ª Central de Atendimento da Polícia Civil, em Dianópolis. No local, ela informou ao delegado que disparou contra o marido em legítima defesa, alegando que os dois discutiam no momento do ocorrido.

Esposa é presa suspeita de atirar e matar sargento da PM durante briga de casal
Foto: Divulgação

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou também que a mulher foi autuada pelo crime de homicídio, e o caso permanecerá sob investigação pela Polícia Civil.

Velório do sargento

O sargento Pedro Aparecido dos Santos era natural de São Desidério, Bahia e trabalhava na PM do Tocantins há 18 anos. O velório está sendo realizado para amigos no quartel da PM de Dianópolis. O corpo do sargento será encaminhado à Bahia na tarde deste domingo (14) para o enterro.

Ele deixa dois filhos.

A polícia emitiu uma nota de pesar pela morte do sargento, manifestando solidariedade e apoio aos familiares e amigos.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.