Avô é preso por estuprar a neta de 9 anos e ameaçar matar os pais da vítima caso ela o denunciasse

Crimes aconteciam quando a vítima ia passar as férias na fazenda em que os avós moravam em Amorinópolis (GO). Segundo relato da menina à polícia, os abusos teriam começado há dois anos.

Compartilhe:

Um homem de 41 anos foi preso suspeito de estuprar sua própria neta em Amorinópolis, região oeste de Goiás. A prisão ocorreu após a menina de 9 anos relatar os abusos do avô à mãe, alegando que o suspeito a ameaçava, dizendo que prejudicaria seus pais se ela contasse a alguém.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Segundo informações da polícia, após a denúncia, a vítima foi submetida a exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), onde foi constatada uma antiga ruptura do hímen, corroborando com seu relato de que os abusos iniciaram quando a vítima tinha 7 anos de idade.

O delegado Ramon Queiroz, responsável pelo caso, revelou que o suspeito, que é casado com a avó da criança, teria cometido os abusos durante os períodos de férias escolares, quando a menina visitava a fazenda onde ele residia e trabalhava, na zona rural de Amorinópolis.

A prisão do suspeito ocorreu na última segunda-feira (6), por meio de um mandado de prisão preventiva. Ramon Queiroz também informou que a pena para o crime de estupro pode ultrapassar 10 anos de detenção.

O advogado que acompanhou o suspeito na delegacia preferiu não fazer comentários sobre o caso neste momento, alegando que as evidências foram coletadas de forma unilateral, sem a participação da defesa. Durante o procedimento de prisão, o suspeito optou por permanecer em silêncio.