Pai é preso por torturar os filhos de 8 e 9 anos com mangueira e deixá-los horas de joelhos no milho lendo a bíblia

Caso aconteceu em Santa Helena de Goiás. Segundo a polícia, homem confessou o crime e alegou fazer isso 'usualmente' para educar os filhos. Crianças contaram que também ficavam sem comer.

Compartilhe:

Um pai foi preso suspeito de torturar seus filhos, uma menina de 8 anos e um menino de 9, em Santa Helena de Goiás, no sudoeste goiano. Segundo o delegado Humberto Soares, o homem, que trabalha como mecânico, teria agredido o filho mais velho com uma mangueira de borracha em todo o corpo, além de obrigá-los a ficar de joelhos no milho por longos períodos, impondo-lhes a leitura da bíblia como punição.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

“As crianças relataram que não foi a primeira vez que sofreram agressões ou foram forçadas a permanecerem de joelhos no milho, ou mesmo na brita, e que era comum serem vítimas de graves violências por parte de seu genitor”, detalhou o delegado.

Em seu depoimento à polícia, o pai, que não teve o nome revelado, confessou o crime, justificou que isso fazia parte de sua rotina para educar os filhos, segundo o delegado.

A prisão ocorreu na última terça-feira (7). O delegado explicou que as crianças descreveram as agressões com grande detalhamento. De acordo com Henrique Soares, o menino agredido com a mangueira apresentava ferimentos graves, incluindo um que comprometia a área do olho. Ele foi levado ao Hospital Municipal e já recebeu alta.

“As crianças também revelaram que o pai as ameaçava caso contassem a alguém sobre o que acontecia, e que frequentemente, quando eram punidas, também eram privadas de se alimentar pelo genitor”, destacou Henrique Soares.

Pai é preso por torturar os filhos de 8 e 9 anos com mangueira e deixá-los horas de joelhos no milho lendo a bíblia
Foto: Divulgação

O delegado explicou que os pais das crianças são separados e que elas viviam com ambos. Segundo a Polícia Civil, a mãe informou que as crianças deveriam passar alguns dias com o pai, mas ele não as devolveu na data combinada.

As autoridades afirmaram que as crianças foram entregues à mãe e receberão acompanhamento psicológico e do Conselho Tutelar.

Prisão

A polícia relatou que as crianças foram levadas à delegacia pelo Conselho Tutelar. O homem foi encaminhado à prisão municipal de Santa Helena de Goiás.

Segundo as informações policiais, as crianças revelaram ter um medo intenso do pai, que frequentemente as agredia com pedaços de ferro, mangueira de borracha, socos e pontapés. Elas também afirmaram terem passado toda a noite de domingo (6) ajoelhadas no milho.