Vereadora é rendida e amarrada junto com marido e filhos e consegue escapar com cortador de unhas

Aurilene Silva (PT), o marido e os 2 filhos foram rendidos quando chegavam à fazenda onde moram, em Axixá do Tocantins. Ela relata medo e cita recado dos criminosos: ‘Da próxima vez já sabe’

Compartilhe:

A vereadora Aurilene Sousa Silva, de 32 anos, seu marido e seus dois filhos, de 10 e 8 anos, viveram momentos de tensão após serem vítimas de um sequestro em Axixá do Tocantins, no norte do estado. Os criminosos, encapuzados e armados, abordaram a família quando eles chegavam em casa, uma propriedade rural a 8 km da cidade, na última quarta-feira (13).

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A parlamentar relatou que foi ameaçada e recebeu o aviso: ‘Da próxima vez já sabe’, e ela suspeita que o crime tenha motivações políticas. Segundo Aurilene, os criminosos chegaram a afirmar que não tinham intenção de ferir a família, apenas queriam enviar uma mensagem.

A vereadora conta que após uma sessão legislativa na cidade, a vereadora e seu marido foram à casa de parentes e, por volta das 22h, chegaram à sua propriedade rural. Quando Aurilene desceu para abrir a porteira, ela avistou um dos criminosos se aproximando e começou a gritar. Isso levou seu marido a sair do carro para verificar, e o segundo criminoso se aproximou.

O casal foi rendido, teve as mãos amarradas e foram levados, juntamente com seus filhos, para dentro de casa. Os criminosos perguntaram se havia dinheiro em casa, e Aurilene afirmou que não guardava dinheiro ali, mas que tinha entre R$ 3 e R$ 5 mil na conta bancária. Os criminosos, ao chegar à casa, trancaram a família em um quarto.

Depois de algum tempo, Aurilene conseguiu soltar as cordas que a prendiam e, em seguida, usou um cortador de unhas para liberar o marido. Quando perceberam que os criminosos tinham ido embora, o marido buscou ajuda e acionou a polícia.

Os criminosos levaram os celulares do casal, R$ 50 e uma televisão, além de fugir com o carro da família, que foi encontrado mais tarde abandonado na estrada. Os documentos da vereadora foram jogados na estrada. O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil de Sítio Novo.

Aurilene acredita que o sequestro está relacionado à sua atuação política, pois ela tem denunciado irregularidades. A família planeja tomar medidas de segurança, incluindo a instalação de câmeras na fazenda. Aurilene, nascida em Axixá, está cumprindo seu primeiro mandato como vereadora.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.