Suspeito de integrar grupo que matou homem e feriu quatro a tiros é preso em Araguaína

Crime aconteceu numa casa em Xambioá, no norte do Tocantins.

Compartilhe:

Um homem de 23 anos foi preso nesta terça-feira (30), em Araguaína, no norte do estado. Ele é suspeito de envolvimento no assassinato de Cesar Alessandro da Silva e Silva, de 21 anos, e ferir uma mulher na cidade de Xambioá. Segundo a Polícia Civil, dos seis suspeitos investigados pelo crime ocorrido em novembro de 2022, apenas esse jovem permanecia em liberdade.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O crime ocorreu em uma residência no setor Sertãozinho, onde as vítimas se encontravam, quando os suspeitos chegaram em uma moto, efetuando disparos. Três outras pessoas também estavam no local. A polícia alega que o crime foi motivado por uma disputa de território para venda de drogas entre facções criminosas.

Conforme as investigações, o grupo atacado havia chegado no mesmo dia da cidade de São Geraldo do Araguaia, no Pará, com um carregamento de drogas destinado à comercialização na cidade tocantinense.

Suspeitos de homicídios presos em Xambioá
Foto: Divulgação/SSP-TO

Na época, os policiais identificaram os responsáveis pelos disparos e solicitaram à Justiça as prisões, as quais foram executadas com o auxílio da Polícia Militar (PM). Três suspeitos foram detidos em 25 de novembro, e dois foram encontrados em 1º de dezembro de 2022.

De acordo com a polícia, dois dos detidos eram parentes, sendo pai e filho, mas os nomes não foram divulgados até a última atualização desta reportagem.

Durante as prisões, foram apreendidos telefones celulares e armas de fogo utilizadas no crime, os quais estavam guardados em uma fazenda da cidade.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp