Suspeito de participação em roubos de fazendas é morto após confronto com a PM

Dois homens foram presos. Grupo é suspeito de vários crimes na zona rural de municípios no norte do Tocantins e foi encontrado após oferecer armas para venda em rede social.
Compartilhe

 

Um grupo suspeito de vários roubos em propriedades rurais na região do Bico do Papagaio, no norte do Tocantins foi encontrado após o anúncio de armas na internet. Conforme a Polícia Militar, dois homens foram presos e afirmou que um terceiro suspeito acabou sendo baleado durante troca de tiros e não resistiu.

Ainda segundo a PM, com os suspeitos foram apreendidos objetos roubados, motos e diversas armas. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados. A ocorrência foi registrada na tarde desta quinta-feira (5).

A primeira prisão ocorreu em São Bento do Tocantins. O suspeito de 33 anos foi encontrado após postar fotos em redes sociais tentando vender dois revólveres. Ele foi encontrado em uma chácara com uma espingarda e disse que alguns revólveres estariam com o outro suspeito.

O segundo preso, de 32 anos, foi localizado em uma casa na Vila Falcão, em Araguatins, no norte do estado. Com ele foram encontrados dois revólveres, duas espingardas e várias munições, além de objetos roubados, uma moto e dinheiro.

Os suspeitos indicaram o envolvimento de um terceiro homem, também de 32 anos. A PM afirma que os policiais foram procurá-lo em um bairro de Augustinópolis e acabaram sendo recebidos a tiros.

A PM afirmou ainda que revidou aos disparos e acertou o terceiro suspeito. O homem chegou a ser socorrido pelo serviço de saúde, mas morreu após dar entrada no Hospital Regional de Augustinópolis.

Com ele, segundo a PM, os policiais encontraram um revólver com quatro cápsulas usadas, além de aparelhos celulares e uma segunda moto usada nos crimes.

Foto: Divulgação/PM

Os roubos

de acordo com a Polícia Militar, os roubos vinham acontecendo em propriedades rurais na região do distrito de Macaúba, município de Araguatins, e em fazendas próximas ao município de São Bento. Os crimes seriam  praticados pelo suspeito de 33 anos e pelo homem que morreu baleado.

Eles atacavam durante a madrugada e mantinham as vítimas em carecer privado. Os dois presos e o material apreendido foram levados para a central de flagrantes de Araguatins.