Psicóloga morre após cair de moto por app e ser atropelada por caminhão na BR-153

Acidente aconteceu em Goiânia. Responsável pelo atropelamento fugiu do local sem prestar socorro, segundo a PRF.

Compartilhe:

A psicóloga Laura Alvarenga, de 32 anos, morreu após cair de uma moto por aplicativo e ser atropelada por um caminhão na BR-153, em Goiânia (GO). Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do caminhão envolvido no atropelamento fugiu do local sem prestar socorro, enquanto o motociclista não sofreu ferimentos.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O acidente ocorreu na noite da última quarta-feira (6). segundo a PRF, o piloto da moto, um jovem de 24 anos, precisou realizar uma freada brusca devido a um carro que parou no meio da rodovia. Durante a frenagem, tanto o condutor quanto a passageira caíram na pista.

Um caminhão que trafegava pela rodovia atropelou Laura após a queda. O motorista do caminhão, responsável pelo atropelamento, fugiu do local sem prestar socorro. A psicóloga foi a óbito no local.

Foto: Divulgação/PRF

Nas redes sociais, amigos de Laura lamentaram profundamente sua morte. Uma amiga postou: “Sua missão foi cumprida. Vai deixar memórias incríveis aqui pra gente. Sem palavras.”

Após ser procurada, a empresa à qual o motociclista estava vinculado informou que não consegue repassar um posicionamento já que não teve acesso a informações como nome do trabalhador e placa do veículo.