Professor condenado por estuprar alunas de 8 e 9 anos dentro de escola é preso em Araguacema

Segundo a polícia, os abusos aconteceram entre 2017 e 2018. Homem foi condenado a 24 anos de prisão, mas recorreu da sentença e estava em liberdade.

Compartilhe

Um de 40 anos, que não teve o nome divulgado, foi preso em Araguacema, no sudoeste do Tocantins. Ele é professor e era investigado por estuprar de três alunas. Os crimes aconteceram entre 2017 e 2018, quando as vítimas tinham 8 e 9 anos. Segundo a Polícia Civil, duas crianças foram abusadas sexualmente dentro de uma escola.

O professor foi condenado no final do ano passado a 24 anos de prisão, mas recorreu da sentença e estava em liberdade. Ele foi capturado na noite desta quarta-feira (9), no assentamento Tarumã II, onde os estupros aconteceram, horas após um mandado de prisão ser expedido contra ele.

Conforme os investigadores, o professor dava aulas de educação física e aproveitava o contato durante as aulas práticas para estuprar as alunas. Duas meninas teriam sido abusadas na escola e a outra na casa do condenado.

O delegado responsável pelo caso, Antônio Onofre, disse que os agentes conseguiram “reunir fortes indícios das práticas dos crimes, tais como laudos periciais que comprovaram os abusos e também o relato das vítimas que foram ouvidas em procedimentos especiais”.

Após ser detido por agentes da 53ª DP o professor foi levado à Cadeia Pública de Araguacema, onde deu início ao cumprimento da pena.