Produtor é suspeito de desviar grãos e apreende carga de soja avaliada em R$ 400 mil

Uma operação da Polícia Civil apura os supostos desvios em Lagoa da Confusão (TO). Investigações vão continuar para descobrir se há mais cargas comercializadas sem autorização.

Compartilhe:

Uma operação foi deflagrada pela Polícia Civil para investigar a suspeita de desvio de grãos de soja de uma cooperativa de produtores na região oeste do Tocantins. Na ação, foram confiscadas aproximadamente 218 toneladas de soja, avaliadas em cerca de R$ 400 mil. Um dos membros da cooperativa está sob investigação por supostamente desviar a carga.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A ação, um desdobramento da Operação Tríade, ocorreu na manhã desta segunda-feira (26) em um armazém na cidade de Lagoa da Confusão. O nome do indivíduo suspeito não foi divulgado.

De acordo com a polícia, os investigadores da Delegacia Especializada em Combate aos Crimes Rurais (Deleagro) descobriram que um dos membros da cooperativa teria ocultado informações dos demais para poder colher e vender os grãos sem compartilhar os lucros.

Segundo os investigadores, os produtos foram confiscados preventivamente até a conclusão das investigações. O delegado Gustavo Henrique da Silva Andrade, responsável pela Operação Tríade, afirmou que o caso está sendo investigado para identificar os responsáveis e determinar se houve mais cargas comercializadas sem a autorização da cooperativa.

“As investigações e diligências estão em curso para que a Polícia Civil possa esclarecer completamente os fatos e determinar se há outras pessoas envolvidas nesse esquema”, declarou.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp