Pelo twitter, Kátia Abreu critica Jucá e pede expulsão da “turma da tornozeleira” do PMDB

Compartilhe:

A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) fez uso, nesta terça-feira (1°), de sua conta no Twitter para criticar a articulação do presidente do PMDB, Romero Jucá (RR), com a intenção expulsá-la, juntamente com Roberto Requião, da sigla. A parlamentar contraria o partido em relação ao apoio ao presidente  Michel Temer, que enfrenta baixa popularidade e denúncia por crime de corrupção passiva. Os comentários ganharam grande repercussão na internet, ficando entre os assuntos mais comentados do microblog.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

No Twitter, a senadora alegou que ela e Requião são usados por Jucá para amedrontar deputados do partido, devido a  a análise, pela Câmara, da denúncia por crime de corrupção passiva contra Temer, prevista para esta quarta-feira (2). De forma ironia, Kátia Abreu  cobrou a expulsão da “turma da tornozeleira” do PMDB.

A parlamentar também cita o ex-ministro Geddel Vieira Lima (BA), que cumpre prisão domiciliar, e o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (RJ), preso.

“Jucá reúne Executiva para pedir minha expulsão e de Requião do partido. E a [expulsão da] turma da tornozeleira não vai pedir. Vai convidar Cunha e Geddel?”

A parlamentar, entre outras alfinetadas, ainda cobrou coragem para expulsar outros senadores  contrários ao presidente.

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *