Pastor suspeito de estuprar menino de 11 anos que frequentava igreja com a família no MA é preso no TO

Crime aconteceu em Alto Parnaíba, no Maranhão,. Homem também é suspeito de abusar de crianças em Araguaína, onde foi preso.

Compartilhe:

Um homem que atuava como pastor evangélico, de 58 anos, foi detido preso nesta quinta-feira (7) em Araguaína, no norte do Tocantins. Ele é suspeito de estuprar um menino de 11 anos. Segundo a Polícia Civil, a família da criança frequentava a mesma igreja onde o suspeito atuava, na cidade de Alto Parnaíba, no Maranhão.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Segundo informações da polícia, o pastor, que é natural de Araguaína, estava residindo na cidade maranhense e teria se aproveitado da autoridade que detinha como líder religioso para cometer os abusos. Os diversos episódios de violência sexual ocorreram em novembro de 2023, contra a criança, conforme apontou as investigações.

Após a descoberta dos estupros na localidade, o pastor teria retornado para o Tocantins, buscando se ocultar. Por meio de uma operação conjunta com a polícia do Maranhão, incluindo intercâmbio de informações, os agentes localizaram o suspeito em uma residência no setor Entroncamento. No local, foi cumprido um mandado de prisão temporária.

O delegado Charles Arruda, responsável pela operação, também apontou que o pastor é suspeito de abusar sexualmente de crianças em Araguaína, uma situação que está sob investigação.

Caso os estupros sejam comprovados, o indivíduo pode ser condenado a uma pena que varia de oito a 15 anos de prisão, conforme destacou o delegado.

Após os procedimentos na 5ª Central de Atendimento da Polícia Civil, o pastor foi encaminhado para a Unidade Penal Regional, ficando à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Balsas (MA).

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp